Noticias

Apresentação da lista à Assembleia de Freguesia de Sâo Brás e São Lourenço – Elvas

O Centro Cultural de Varche acolheu na noite desta quarta-feira, 12 de julho, a apresentação da lista à Assembleia de Freguesia de São Brás e São Lourenço, encabeçada pelo candidato Joaquim Feijão.

Da lista a esta freguesia rural do concelho, fazem parte Ana Sofia Babaroca, Anatólio Balsinhas, Manuel Maria Belmiro, Clarisse Branco, Leonardo Lanternas, Ricardo Monraia, Daniela Branca, Fábio Calado, Manuel Dimas; Susana Rita, Max Pinheiro, Helena Malhado, Hugo Balsinhas, Mafalda Eduardo, Pedro Eduardo, Maria Pinto Coré, Vitória do Céu Lérias e Joaquim Feijão.

Na sua intervenção, o cabeça de lista à Assembleia de Freguesia, Joaquim Feijão, começou por agradecer “a todos por terem vindo, é com grande agrado que os vejo aqui hoje e por terem vindo dar o vosso apoio”. O autarca deixou ainda uma palavra de agradecimento aos colegas das outras juntas de freguesia, “foi com o vosso apoio, querer e vontade que consegui aqui chegar”.

Sobre a sua equipa, referiu ser “uma excelente equipa, à qual dirigi o convite e que imediatamente o aceitaram”, esclarecendo que ao longo do mandato “todos sabem o que foi feito, está à vista de todos e quero deixar claro, temos um orçamento anual de 110 mil euros”, salientando que só na obra “do polidesportivo da Calçadinha estão 200 mil euros; se não tivesse sido o apoio do município, nós não o conseguíamos realizar, pois só esta obra ultrapassava largamente o mesmo”.

Para além disso, enunciou algumas das intervenções levadas a cabo, como a reparação de ruas, obras de requalificação de infraestruturas e equipamentos, que “se não fosse o imprescindível apoio da Autarquia teria sido mais complicado realizar”, concluiu Joaquim Feijão.

Nuno Mocinha, candidato à presidência da Câmara Municipal de Elvas, pelo Partido Socialista,  saudou o candidato pela “excelente equipa que conseguiu reunir e que foi ele quem a escolheu e agradeço por terem aceitado o desafio que lhes fizeste”.

Apesar de “não ter o dom da oratória”, para Nuno Mocinha “este foi o melhor discurso que já fizeste, porque foi feito com o coração”, porque o que “te move é servir a população e um candidato deve estar ao serviço dos outros e tu és assim”, referiu.

PS Elvas