Autarquia vai iniciar alargamento da Faceira da Cisterna

A Câmara Municipal de Elvas pretende alargar a rua da Faceira da Cisterna, de modo a garantir a acessibilidade de autocarros à zona do Castelo, assim como aos novos equipamentos previstos para esta área do Centro Histórico, como o hotel a instalar no antigo Convento de São Paulo, e permitir a acessibilidade àquela zona da cidade de equipamentos de combate a incêndios, como a autogrua e viaturas pesadas.

Neste âmbito, e tendo em conta que esta rua possui nalguns pontos largura inferior a 3 metros, está a ser elaborado o projeto. Assim, considerando a aproximação da época crítica de incêndios e a execução das obras no antigo Convento de São Paulo, a Autarquia elvense lançou a concurso a primeira fase da obra, correspondente à demolição de parte das casas situadas na rua da Faceira da Cisterna, rua de Três, rua do Forno e rua dos Cavaleiros, de modo a permitir a circulação desafogada das referidas viaturas e equipamentos, encontrando-se a decorrer o prazo de entrega de propostas.
 
CME