Elvas recebeu assinatura de contrato entre CVP e ARS Alentejo

Views: 317
A Cruz Vermelha Portuguesa e a Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS) assinaram, esta terça-feira, dia 20, um contrato-programa na cidade de Elvas, nas instalações do Centro Humanitário da Cruz Vermelha Portuguesa.

O documento agora assinado por Francisco  George, pela Cruz Vermelha Portuguesa, e José Robalo, presidente do Conselho Diretivo da ARS Alentejo, permite o funcionamento de 15 camas de convalescença no Centro Humanitário de Elvas, integrado na rede nacional de cuidados continuados, nos próximos dois anos e num total de 10.065 dias de internamento.

O objetivo passa por criar melhores condições para a intervenção dirigida a pessoas com perda transitória de autonomia, potencialmente recuperável, que necessitam de cuidados clínicos, de reabilitação e de apoio psicossocial, em regime de internamento de convalescença, por situação clínica decorrente da recuperação de um processo agudo ou descompensação de processo crónico.

Neste âmbito são admitidas nesta Unidade, pela Equipa Coordenadora Regional, as pessoas referenciadas pela Equipa Coordenadora Local, num período de internamento que não pode exceder os 30 dias consecutivos.

Ainda nesta data, a diretora do Centro Humanitário da Cruz Vermelha Portuguesa de Elvas, Isabel Mascarenhas, tomou posse como delegada regional da Cruz Vermelha Portuguesa para o distrito de Portalegre, tendo a sua nomeação acontecido por proposta da direção nacional, a 9 de fevereiro.

Nesta iniciativa estiveram presentes, para além do presidente da instituição, outros elementos da sede nacional e entidades locais, entre as quais o presidente da Câmara Municipal de Elvas.

O presidente da CVP, Francisco George, esteve também nos Paços do Concelho, onde foi recebido pelo presidente Nuno Mocinha.

CME