A Câmara Municipal de Évora adjudicou a empreitada da obra de Reabilitação do Salão Central Eborense

Views: 87

A Câmara Municipal de Évora adjudicou a empreitada da obra de Reabilitação do Salão Central Eborense ficando agora a aguardar o respetivo visto do Tribunal de Contas para que a intervenção tenha início.

O ato de assinatura do Contrato de Empreitada, outorgado pelo presidente da Câmara Municipal, Carlos Pinto de Sá e o administrador da empresa Teixeira, Pinto e Soares, S. A., Pedro Miguel Soares, contou com a presença dos vereadores Sara Dimas Fernandes, Eduardo Luciano e Alexandre Varela, e ocorreu no passado dia 10 de Setembro.

A Reabilitação do Salão Central Eborense significa um investimento da Câmara Municipal de Évora superior a dois milhões de euros, tendo como prazo de execução 540 dias a contar da data da sua consignação. Esta obra integra o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano.

Situado bem no “coração” da cidade, o centenário Salão Central Eborense, que se encontra degradado e fechado desde o final dos anos 80 do século XX, foi adquirido pelo município em 1996.

A intervenção iniciou-se em 2015 com uma operação de limpeza e com os trabalhos arqueológicos necessários a cargo de uma equipa do município, em colaboração com a Universidade de Évora.

A reabilitação do imóvel, integrada na estratégia de reabilitação urbana do Centro Histórico, vai devolver à Cidade um equipamento cultural icónico num momento de afirmação da candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura 2027.

 
 
 
 
Área de anexos