António Chainho estreia o novo espetáculo no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz

Views: 73

António Chainho, o mestre da guitarra portuguesa, vai estrear o novo espetáculo no dia 28 de janeiro, pelas 21h30, no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz. António Chainho vai estar acompanhado em palco por Ciro Bertini (baixo acústico), Miguel Silva (viola de fado) e pelo quarteto de cordas Naked Lunch, que também colabora ao vivo com Sam the Kid e Orelha Negra.

 

Este quarteto é composto por Francisco Ramos (violino), Fernando Sá (violino), João Paulo Gaspar (viola) e Tiago Rosa (violoncelo). No concerto em Reguengos de Monsaraz, António Chainho vai fazer uma viagem pela sua carreira e desvendar um pouco do seu próximo trabalho, que será editado no primeiro trimestre deste ano. Os bilhetes custam 8 euros e estão à venda diariamente entre as 9h30 e as 17h nos postos de turismo de Monsaraz e de Reguengos de Monsaraz e no dia do espetáculo, a partir das 17h, na bilheteira do auditório municipal.

 

O guitarrista e compositor alentejano apresenta em 2023 um novo espetáculo para celebrar os seus 85 anos de idade e o seu percurso musical, que se iniciou na década de 1960 e o levou a editar discos ou a atuar com artistas como Tony de Matos, Alfredo Marceneiro, Carlos do Carmo, Maria Teresa de Noronha, Frei Hermano da Câmara, Paco de Lucia, John William, Maria Bethânia, José Carreras, Adriana Calcanhoto, Gal Costa e Fafá de Belém. António Chainho tem oito discos editados e em 2015, no álbum “Cumplicidades” que celebrou os seus 50 anos de carreira, teve a participação de Rui Veloso, Paulo de Carvalho, Fernando Ribeiro, Vanessa da Mata, Pedro Abrunhosa, Ana Bacalhau, Helder Moutinho, Sara Tavares e Paulo Flores.

 

O mestre da guitarra portuguesa refere: “É com muito gosto que no próximo dia 28 estarei no meu Alentejo, em Reguengos de Monsaraz, com o espetáculo que temos estado a preparar para a apresentação do meu próximo disco que sairá muito em breve. É uma grande alegria e estou muito grato por começar o novo ano com energia redobrada iniciando mais um ciclo da minha paixão pela guitarra portuguesa. Este concerto em Reguengos de Monsaraz, para além de ser o arranque desta nova fase, realiza-se no dia seguinte ao meu 85.º aniversário, o que o torna ainda mais especial e emotivo.”