Arronches: Parada Militar da GNR teve lugar no Jardim do Fosso

Views: 73

Comemorações do 11º aniversário da Unidade do Comando Territorial de Portalegre da Guarda Nacional Republicana terminaram nesta terça-feira, com uma parada militar.

Na manhã desta terça-feira, dia 29 de outubro, as atenções da população viraram-se para o Jardim do Fosso onde teve lugar a parada militar que assinalou o 108º aniversário da transferência da 4ª Companhia do 3º Batalhão de Évora para Portalegre e simultaneamente o 11º aniversário da Unidade do Comando Territorial de Portalegre da Guarda Nacional Republicana.

Nesta cerimónia presidida pelo Comandante do Comando da Administração dos Recursos Interno, Major-General Maurício Raleiras, acompanhado pelo Comandante do Comando Territorial de Portalegre da Guarda Nacional Republicana, Coronel Joaquim Vivas e pela Presidente da Câmara Municipal de Arronches, Fermelinda Carvalho, estiveram ainda o restante executivo do Município, nas pessoas do Vice-presidente João Crespo e os Vereadores Paulo Furtado, Nelson Velez e Carlos Rodrigues, o Presidente da Assembleia Municipal de Arronches, José Bigares, juntamente com vários membros desse órgão autárquico, alguns dos autarcas dos municípios do Alto Alentejo, o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, Roberto Grilo, o Bispo da Diocese de Portalegre-Castelo Branco, D. Antonino Dias, entre outras entidades civis e militares.

Depois do Major-General Maurício Raleiras passar revista às forças em parada, procedeu-se à integração na formatura do estandarte nacional, símbolo de soberania da República e que representa o Estado Português, tendo sido por isso prestadas as honras regulamentares, entoando-se depois o Hino Nacional, cantado a plenos pulmões por todos os presentes.

De seguida, teve a palavra o Coronel Joaquim Vivas, fazendo uma alocução sobre esta comemoração. Cumprimentando e agradecendo a todos os convidados presentes, o Comandante do Comando Territorial de Portalegre da Guarda Nacional Republicana salientou e agradeceu o empenho do Município, na pessoa da sua presidente, para que estas comemorações acontecessem em Arronches. Passando em revista aquilo que foi o último ano, o Coronel Joaquim Vivas referiu que esta cerimónia serve também para demonstrar o empenho da Guarda Nacional Republicana em continuar a defender a causa pública, transmitindo segurança à população, naquilo que é, conforme referiu, um trabalho “sustentado pela lei, em prol da grei”.

Por sua vez, o Major-General Maurício Raleiras salientou o excelente relacionamento entre a Guarda Nacional Republicana com a autarquia e com a população local, sublinhando a gratidão em poder contar com todos os convidados presentes neste dia festivo, aproveitando para felicitar e elogiar a Unidade, na pessoa do seu Comandante, bem como a dedicação de todos os militares, atuais e antigos, que também marcaram presença nas comemorações. O Comandante do Comando da Administração dos Recursos Interno clarificou depois a área de intervenção da Guarda Nacional Republicana e as suas diferentes valências, salientando o contributo imprescindível que a instituição dá para a segurança de Portugal e dos portugueses.

A cerimónia prosseguiu com a imposição de condecorações, no caso a Medalha de Comportamento Exemplar, a Medalha de Mérito de Segurança Pública e a Medalha Comemorativa de Comissões de Serviços Especiais das Forças Armadas Portuguesas, a militares que se evidenciaram ao serviço da Unidade.

Teve então a palavra o Capelão-Chefe Padre Coronel Agostinho Freitas, que com uma breve oração levou os presentes a prestar homenagem, recordando os militares falecidos em serviço.

A terminar a cerimónia, as forças em parada desfilaram em continência pela Rua D. Afonso III, perante a tribuna liderada pelo Comandante do Comando da Administração dos Recursos Interno, Major-General Maurício Raleiras.