Bombeiros de Borba agredidos no quartel

Views: 254

Bombeiros de Borba agredidos no quartel

Dois elementos dos Bombeiros Voluntários de Borba foram agredidos esta madrugada, dia 2 de Novembro, por um grupo de indivíduos de etnia cigana, no quartel desta associação humanitária, enquanto estavam de serviço.

O grupo de 20 pessoas dirigiu-se ao quartel para fazer um pedido de socorro para uma pessoa que estaria inconsciente e um dos elementos dos bombeiros da corporação de Borba perguntou aos indivíduos se tinham ligado para o 112, pergunta à qual os indivíduos responderam que não e que a assistência tinha de ser feita ali.

Depois do referido elemento dos Bombeiros Voluntários de Borba responder que para fazer a assistência é necessário activar o pedido de socorro, uma das pessoas do grupo agrediu um dos bombeiros de serviço.

Para além das agressões os indivíduos partiram os vidros da porta principal e perseguiram os bombeiros voluntários que tiveram que fugir e esconder-se dentro do próprio quartel.

Os Bombeiros de Borba comunicaram o sucedido através das redes sociais, um através de um comunicado que transcrevemos já de seguida:

“A Associação Humanitária dos Bombeiros de Borba lamenta informar que hoje, dia 02/11 pela madrugada, os nossos elementos voluntários que se encontravam de serviço, foram cobardemente agredidos por “pessoas” de etnia cigana.

Partiram os vidros da porta principal e perseguiram por dentro do quartel os homens que tiveram que fugir e esconder-se.

Avisamos toda a população que vamos continuar a tentar socorrer e prestar assistência dentro do que nos é possível, mantendo no entanto a segurança dos nossos homens e mulheres em primeiro lugar.

Por fim informar que as nossas autoridades de pronto responderam à nossa chamada e que em conjunto tudo iremos fazer para que possamos continuar a assegurar a emergência nocturna.

Aproveitamos ainda para alertar quem de direito que estas situações tornam cada vez mais difícil a cativação e a prossecução do serviço voluntário.”

(Radio Borba)