Borba gemina-se com Chibia e Mé-Zóchi

Views: 668

O Município de Borba vai geminar-se com os municípios de Chibia (Angola) e Mé-Zóchi (São Tomé e Príncipe), de forma a estabelecer laços de cooperação com estes dois municípios africanos de língua oficial portuguesa.

O projecto de geminação foi aprovado pela Comissão Europeia, tem como promotor o Município de Borba e visa criar parcerias e cooperação em áreas como a educação, formação profissional, higiene e cuidados primários de saúde, juventude e ocupação de tempos livres, ambiente, turismo e artesanato, cultura e preservação patrimonial e intercâmbio empresarial. A parceria envolve o apoio de associações sem fins lucrativos sediadas em Borba e na região, com trabalho já desenvolvido na área da cooperação para o desenvolvimento com países de África e com o Brasil, como a Associação Monte, Associação de Desenvolvimento Montes Claros e Europalop.

O Município de Chibia é um dos catorze municípios da província de Huila, cuja capital é a cidade de Lubango, e possui uma população estimada em 133 mil habitantes, uma superfície de 5.281,26 km2, e tem como principal actividade económica a actividade agro-pecuária, destacando-se ainda o artesanato cultural e o comércio informal, a par da indústria mineira de exploração do granito negro, que tem registado grande desenvolvimento nos últimos anos.

Mé-Zóchi é o segundo distrito mais populoso de São Tomé e Príncipe, com cerca de 38 mil habitantes, uma área de 122 km2, que tem a sua sede na cidade de Trindade. A principal actividade económica é a agricultura, que beneficia de solos férteis e boa capacidade para armazenamento de águas para rega, evidenciando-se também o turismo e o ecoturismo, dado que o município integra a área protegida do Parque de Obô e antigas “roças” coloniais, com um vasto património arquitectónico.

A assinatura dos acordos de geminação ocorrerá no próximo dia 17 de Novembro no Palácio da Música e dos Congressos de Estrasburgo, no decorrer da terceira edição das Jornadas Europeias do Desenvolvimento, que ali se realizam entre 15 e 17 de Novembro. Este evento, organizado pela Comissão Europeia, terá este ano como tema central “A dimensão local do desenvolvimento” e reúne cerca de 3.000 participantes oriundos de todos os continentes em representação de 1.200 organizações do sector do desenvolvimento, e representa uma oportunidade única para estabelecer diálogos, encontros e parcerias inovadoras.

Comments: 0