Câmara de Évora impulsiona criação de nova escola de pilotos no Aeródromo Municipal

Views: 138

A Câmara Municipal de Évora aprovou por unanimidade a abertura de concurso público
para atribuição de licença de utilização do domínio público aeroportuário para uma
escola de formação de pilotos e similares no Aeródromo Municipal.
Este Concurso que permitirá à autarquia, após a atribuição da referida licença, ceder ao
novo titular as instalações do Hangar 5 (edifício da escola de pilotos), por um período de
15 anos, renovável por períodos de cinco anos, mediante o pagamento mensal de uma
taxa de ocupação.
“É com grande regozijo que temos estas instalações municipais prontas a funcionar para
o fim que foram criadas”, anunciou o Vereador Alexandre Varela, reconhecendo que este
foi um processo negocial bastante intenso para libertar as instalações, desenvolvido pelo
Município ao longo de vários anos.
A actualização de valores para 2021 do Tarifário dos Serviços de Abastecimento de Águas,
Saneamento de Águas Residuais e Gestão de Resíduos Sólidos foi aprovada por maioria,
com uma abstenção (PS).
Face à pandemia Covid-19, a Câmara decidiu que a actualização do referido tarifário tem
apenas em conta a taxa de inflação (dada pelo Banco de Portugal) no valor de 0,8% e não
a que estava contida no Plano de Saneamento Financeiro, indicada como recomendação
pela entidade reguladora (ERSAR) que teria um valor bastante mais elevado.
O Presidente do Município, Carlos Pinto de Sá, fez o ponto de situação da pandemia
Covid-19 no Concelho, com uma evolução favorável. Dos 79 casos registados desde o
início da pandemia, há actualmente apenas sete casos activos (que estão em
acompanhamento médico e controlados), tendo os restantes já recuperado. Apesar disto, prossegue o trabalho de planeamento e identificação de prioridades,
tomando as medidas de prevenção adequadas que se impõem a cada etapa, tendo agora
em conta o período de Outono e Inverno que se avizinha.
A Vereadora Sara Dimas Fernandes fez referência à preparação da abertura do novo ano
lectivo, também ele acompanhado das necessárias medidas de proteção e segurança.
Salienta-se o grande empenhamento de toda a comunidade educativa para minimizar os
efeitos negativos da pandemia, registando-se também um aumento significativo do
investimento municipal na educação, sobretudo nas áreas em que já existiam carências
como é o caso da falta de pessoal não docente.