Comité Económico e Social Europeu lança edição de 2019 do Prémio para a Sociedade Civil

Views: 58

O Comité Económico e Social Europeu dedica o Prémio para a Sociedade Civil de 2019 à emancipação das mulheres e à luta pela igualdade entre homens e mulheres.

O prémio, que este ano tem como tema «Mais mulheres na sociedade e na economia europeias», recompensará iniciativas e projetos inovadores que lutem pela igualdade de oportunidades e de tratamento entre mulheres e homens em todas as esferas da vida económica e social.

O Prémio CESE para a Sociedade Civil está aberto a todas as organizações da sociedade civil, registadas oficialmente na União Europeia, que operem a nível local, regional, nacional ou europeu. São igualmente aceites candidaturas de cidadãos a título individual. Só as iniciativas ou projetos já executados ou em curso são elegíveis. O valor de 50 mil euros, será partilhado por um máximo de cinco vencedores. O prazo para a apresentação das candidaturas é dia 6 de setembro de 2019, às 10 horas, e a cerimónia de entrega dos prémios terá lugar no dia 12 de dezembro de 2019, em Bruxelas.

O CESE atribuirá o seu Prémio para a Sociedade Civil a projetos e iniciativas de destaque que abranjam pelo menos um dos seguintes aspetos:

  • luta contra ou sensibilização para os estereótipos de género, os comportamentos sociais discriminatórios e os preconceitos em função do género em todas as esferas da vida social e económica;
  • sensibilização para as consequências dos estereótipos de género veiculados pelos conteúdos dos meios de comunicação social;
  • promoção da participação das mulheres em profissões tradicionalmente exercidas por homens, como nas áreas da Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (CTEM) e das Tecnologias da informação e comunicação (TIC), e combate à segregação de género na educação;
  • combate às disparidades de salários e de pensões de reforma entre homens e mulheres;
  • promoção do empreendedorismo feminino, da igualdade na tomada de decisões, da independência económica das mulheres e do equilíbrio entre vida pessoal e vida profissional;
  • resposta a desafios específicos enfrentados por mulheres em situação vulnerável, como mães solteiras, mulheres com deficiência, migrantes, mulheres pertencentes a minorias étnicas e trabalhadoras com baixo nível de qualificações.

A lista completa dos requisitos e o formulário de candidatura em linha estão disponíveis aqui.

 

Outras informações sobre a UE:

Rede EUROPE DIRECT da Comissão Europeia

Centro de Informação Europe Direct do Alto Alentejo do Instituto Politécnico de Portalegre

Tel. 268 626511; E-mail: europedirect@ipportalegre.pt

– contacte o serviço Europe Direct