Consumidores de Reguengos de Monsaraz que entreguem resíduos recicláveis vão ter descontos na tarifa de resíduos urbanos

Views: 76

Consumidores de Reguengos de Monsaraz que entreguem resíduos recicláveis vão ter descontos na tarifa de resíduos urbanos

O Município de Reguengos de Monsaraz está a implementar um projeto que vai compensar os consumidores que entreguem os resíduos recicláveis, atribuindo valores de desconto por cada quilo de material entregue. O projeto visa sensibilizar a população para a importância das boas práticas ambientais relacionadas com a reciclagem de resíduos e destina-se a todos os consumidores do concelho que queiram entregar os resíduos recicláveis no local destinado para o efeito, onde será efetuada a sua pesagem e assim possam beneficiar de um desconto na fatura mensal dos resíduos urbanos.

Este projeto enquadra-se nos princípios que definem um sistema PAYT (Pay As You Throw) em que cada utilizador paga conforme o lixo indiferenciado que produz, podendo reduzir a tarifa do serviço de recolha e tratamento de resíduos urbanos se efetuar a reciclagem e adotar boas práticas ambientais. Assim, qualquer consumidor com contrato de fornecimento de água celebrado com o Município de Reguengos de Monsaraz pode usufruir de descontos se entregar os resíduos recicláveis, nomeadamente embalagens de plástico e metal, papel, cartão e vidro.

A entrega e pesagem dos resíduos recicláveis realiza-se no Terminal Rodoviário de Reguengos de Monsaraz, onde o depósito vai funcionar de terça-feira a sexta-feira das 13h às 19h e ao sábado entre as 8h e as 14h, exceto feriados. Os resíduos deverão ser entregues exclusivamente a granel, excluindo-se a entrega em sacos fechados.

As embalagens devem ser previamente esvaziadas do seu conteúdo, os resíduos de cartão e papel deverão estar limpos ou com um grau de sujidade muito reduzido e devem ser espalmados para ocuparem o menor espaço possível no contentor. Não são aceites embalagens contaminadas ou que tenham contido substâncias perigosas.

Por cada quilo de papel e cartão que seja entregue pelos consumidores será atribuído o valor de 0,10 euros até um máximo de 150 quilos por ano, permitindo uma redução anual até 15 euros na fatura dos resíduos urbanos. Às embalagens de plástico e metal será dado 0,15 euros por cada quilo que seja entregue, num máximo de 120 quilos por ano por consumidor, representando uma poupança máxima anual de 18 euros.

O quilo de vidro será faturado a 0,05 euros até um máximo de 80 quilos por ano, o que poderá significar um crédito até 4 euros. O crédito deixa de ser atribuído quando o consumidor atingir os valores máximos por tipo de reciclável entregue.