Educação: Novo presidente do Instituto Politécnico de Portalegre quer garantir sustentabilidade financeira da instituição

Views: 1965

O novo presidente do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), Joaquim Mourato, ontem eleito pela maioria do Conselho Geral da instituição, elegeu como principal prioridade para o seu mandato atingir a “sustentabilidade financeira” do estabelecimento de ensino.

    Em declarações à agência Lusa, após a divulgação dos resultados eleitorais, Joaquim Mourato afirmou que “garantir a sustentabilidade financeira da instituição é uma das primeiras medidas a tomar”.

    Para alcançar o objectivo, o presidente eleito do IPP revelou que vai apresentar “em breve” um contrato programa ao ministro da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior, Mariano Gago.

    “Esse documento vai ser o veículo que nos transporta a médio e longo prazo para uma sustentabilidade financeira do IPP”, sublinhou.

    Joaquim Mourato e Nicolau de Almeida, ambos docentes da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Portalegre, foram os dois candidatos que se apresentaram a sufrágio.

    Joaquim Mourato venceu as eleições, recolhendo 100 por cento de votos favoráveis.

    Após o anúncio dos resultados eleitorais pelo Conselho Geral, o novo presidente do IPP prometeu ainda, para os próximos anos, uma maior “qualificação do corpo docente” e o desenvolvimento de projectos em rede com outros institutos politécnicos e universidades.

    O IPP possui cerca de 3000 alunos e quase 215 professores divididos pelas escolas superiores de Tecnologia e Gestão (ESTG), Educação (ESEP), Agrária (ESAE) e Saúde (ESSP).

    Joaquim Mourato vai substituir no cargo de presidente do IPP cargo Nuno Oliveira, que está na recta final do seu terceiro e último mandato permitido por lei.

   

    HYT.

    Lusa/Tudoben

Comments: 0