Escritora Isabel Stilwell na Feira do Livro de Reguengos de Monsaraz

Views: 3

A 25.ª Feira do Livro de Reguengos de Monsaraz vai decorrer de 20 a 28 de abril e estará aberta ao público, diariamente das 14h às 21h, no Parque da Cidade. A abertura oficial realiza-se no sábado, dia 20 de abril, pelas 15h30, seguindo-se a inauguração da exposição “Vida e Obra de Alexandre O’Neill”, por ocasião do centenário do seu nascimento, e a atuação de Hugo Soft.

 

O programa integra às 16h uma oficina para as crianças sobre carimbagem com elementos improváveis, intitulada “Letras e Texturas”, a cargo de Claudia Diaz. David Cameirão vai apresentar às 17h o livro “Entre o Céu, a Terra e o Inferno”, editado pela Chiado Books, e pelas 18h, Francisco Ramalho vai dinamizar uma oficina de origami, que será repetida no mesmo horário nos dias 21, 27 e 28 de abril.

 

“Camões é um poeta rap” é um evento performativo e musical que a Companhia Arte Pública vai apresentar às 21h no auditório municipal. Este espetáculo tem um conceito inovador que aproxima a lírica de Camões à vivência contemporânea através dos ritmos do rap e do hip hop, conciliando o público jovem com a língua portuguesa. O evento tem direção de produção de Raul Bule, o performer é Luís Amaro, a dramaturgia e a encenação estão a cargo de Gisela Cañamero e a banda sonora é de Luís Beco.

 

No dia 21 de abril, às 16h, realiza-se o Circo Matemático, um espetáculo de um circo pouco vulgar, em que os animais são bidimensionais e dão direito a prémio, os trapezistas são da própria audiência e os mágicos usam a “cosmopsicobiologia” para iludir. O Circo Matemático é uma secção autónoma da Associação Ludus, que segue o projeto familiar “Os Matemáticos Silva” e conta com profissionais e formandos de diversas áreas do saber, desde professores dos vários níveis de ensino, engenheiros, estudantes universitários, comunicadores de ciência e músicos, que acima de tudo são entusiastas da matemática.

 

O primeiro livro de poesia de João Arronches, “Sonhos, Amores e Liberdade”, vai ser apresentado pelas 17h30 com a participação de Manuel Sérgio e de Maria José Moniz. Nesta publicação editada pela Oficina da Escrita, o autor assume-se um eterno sonhador de sentimentos à flor da pele e escreve sobre os seus amores, contando histórias que podem ser as suas, mas nas quais o leitor também se pode identificar. Pelas 18h atua o Ensemble de Clarinetes e as classes de flauta e clarinete da Escola de Música da Sociedade Filarmónica Harmonia Reguenguense.

 

O auditório municipal recebe às 21h30 uma homenagem da Escola Secundária Conde de Monsaraz a Alexandre O’Neill pelo centenário do seu nascimento, mas também a Mário-Henrique Leiria e Mário Cesariny de Vasconcelos, que cumpriam um século de existência em 2023 e que juntos integraram várias experiências do surrealismo português. Este evento tem apresentação de Diogo Carrapato e inclui cerca de 90 textos selecionados por Rui Amendoeira, que vão ser ditos por Pilar Silva, Manuel Vogado, José Pedro Grilo, Catarina Santos, Beatriz Miranda e Alexandre Reis.

 

No dia 22 de abril, o programa da feira do livro terá às 11h e às 14h as “Cantigas da Carolina”, pelo Teatro Cativar. Neste espetáculo, Carolina vai cantar canções tradicionais com conteúdos educativos para as crianças, que ao som das músicas vão aprender mais sobre alimentação, saúde, segurança e reciclagem.

 

O workshop “O que há debaixo dos nossos pés?” vai decorrer às 14h15 e está a cargo de Dayana Cereghetti Yanez. Segue-se pelas 17h30 a iniciativa “Livra-te”, uma produção de obras visuais a partir de livros pelos alunos do 11.º ano da professora Teresa Calçada e às 18h haverá “Poesia no Olhar”, com poemas inéditos de alunos do 12.º ano da mesma docente. Pelas 18h30 decorre a atuação da Tuna e Grupo de Cavaquinhos do Polo de Reguengos de Monsaraz da Universidade Popular Túlio Espanca.

 

A peça de teatro “T’Ulisses” vai ser apresentada às 10h pela companhia de teatro AtrapalhArte. Este espetáculo de teatro é inspirado na “Odisseia”, de Homero, uma obra que é recomendada pelo Plano Nacional de Leitura para o 6.º ano de escolaridade.

 

Pelas 10h, com repetição às 11h15 e 14h15, realiza-se o evento “Estórias Aladas” e “O incrível rapaz que comia livros”, com Tânia de Brito, da companhia Teatro do Mar. A jornalista e escritora Isabel Stilwell vai estar às 17h no Auditório António Marcelino da Biblioteca Municipal de Reguengos de Monsaraz para conversar com todos os apreciadores dos seus livros. Segue-se, pelas 18h, o evento “Poesias de O’Neill”, com os alunos do 7.º ano da professora Vera Ramalho e meia hora depois decorre a atuação do Grupo de Sevilhanas Chicas Del Rio.

 

Na quarta-feira, dia 24 de abril, realiza-se às 10h, com repetição às 11h15 e 14h15, o workshop “O que há debaixo dos nossos pés?”, com Dayana Cereghetti Yanez. Pelas 17h30 decorre o evento “Vamos Honrar Abril”, com poesias ditas por alunos de várias turmas do 10.º ano da professora Elsa Martins e às 18h atua o Grupo de Danças Urbanas da Academia de Dança e Artes Performativas da Sociedade Artística Reguenguense.

 

No dia 26 de abril realiza-se às 10h, com repetição às 11h15 e 14h15, a oficina de ilustração “A Dois Tons”, por Andreia Salgueiro, da Alfarroba edições, e nos mesmos horários acontece o evento “Livro a Livro”, com Rita Sales. Estas atividades que se repetem têm como objetivo chegar a todas as crianças do pré-escolar ao 2.º ciclo do concelho. “A poesia do 25 de Abril” decorre pelas 17h30 com alunos das turmas do 8.º ano da professora Manuela Suzano.

 

O Auditório António Marcelino recebe às 18h o seminário em formato híbrido “(Pluri)Centrismo e Língua Portuguesa – questões atuais”, por Isabelle Simões Marques, docente na área da língua e literatura do Departamento de Humanidades da Universidade Aberta. Neste seminário vai tratar-se de questões da língua portuguesa falada nos diferentes países e se Portugal ainda pode ser considerado como o centro da língua portuguesa. A partir das 18h30 decorre a atuação do Grupo de Sevilhanas Corazón Flamenco.

 

No sábado, dia 27 de abril, pelas 16h realiza-se mais um evento “Livro a Livro”, com Rita Sales. A palestra de Rui Amendoeira sobre “Camões no contexto do século XVI português” decorre às 17h no Auditório António Marcelino.

 

José Domingos Ramalho vai apresentar pelas 18h o livro “O Motorista dos Cortes/Histórias da minha terra”, uma publicação sobre a história de uma família tradicional alentejana que decorreu entre a primeira e a segunda guerra mundial. Às 18h30 acontece a apresentação dos alunos da Escola de Música da Sociedade Filarmónica Corvalense.

 

O último dia da 25.ª Feira do Livro de Reguengos de Monsaraz terá às 16h a companhia de teatro AtrapalhArte, que leva ao palco a peça de teatro “Dentes de Rato”, inspirada no livro com o mesmo nome escrito por Agustina Bessa-Luís. O livro de poesia “A Substância das Horas”, de Manuel Sérgio, vai ser apresentado pelas 17h30, com a participação do músico José Farinha. A fechar, às 18h30, decorre a atuação de ensembles e das classes de saxofone, trompete e percussão da Escola de Música da Sociedade Filarmónica Harmonia Reguenguense.