Èvora: Câmara cria Equipamento Municipal de Apoio a Doentes Covid-19

Views: 151

Câmara cria Equipamento Municipal de Apoio a Doentes Covid-19

A Câmara Municipal de Évora acaba de apetrechar um pavilhão na zona industrial da Horta das
Figueiras que, doravante, irá funcionar como um Equipamento Municipal de Apoio ao Hospital do
Espírito Santo (HESE) a Doentes Covid-19.
Este espaço, situado na Rua do Centro de Formação Profissional, foi alvo de várias intervenções de adaptação
realizadas pelos serviços operacionais da edilidade que, ao longo do mês de dezembro de 2020 preparam e
adaptaram esta estrutura com as condições necessárias para apoiar o Hospital do Espírito Santo e toda a
população do Alentejo que é servida por aquela estrutura hospitalar. A operação foi coordenada pelo Serviço
Municipal de Proteção Civil, em articulação com o HESE.
Este equipamento, o segundo que a Câmara Municipal de Évora ergue como resposta à pandemia do novo
Coronavírus depois da instalação de estrutura semelhante na residência universitária Manuel Álvares, significa,
para já, um investimento a rondar os 75 mil euros. Os cuidados de saúde serão naturalmente prestados pelos
profissionais de saúde do HESE e sob sua orientação.
Com a entrada em funcionamento, que deverá ocorrer ainda esta semana, o Hospital do Espírito Santo passará a
dispor de estrutura composta por três alas, num total de 34 camas numa fase inicial e que poderão chegar às
quatro dezenas. Para além disso, o espaço disporá de refeitório exclusivamente para os doentes, lavandaria e
respetivos balneários. De uma forma distinta e independente, os profissionais de saúde e o pessoal auxiliar terão
à sua disposição várias zonas de trabalho, um espaço de refeições e uma zona de descontaminação.
Este Equipamento Municipal de Apoio a Doentes Covid-19 surge numa altura em que, infelizmente, o número de
casos no Alentejo tem vindo a aumentar significativamente, provocando uma enorme pressão à capacidade de
resposta do Hospital do Espírito Santo e dos profissionais de saúde que, neste momento, enfrentam um desafio
imenso.
Na passada segunda-feira, dia 4 de janeiro, o Presidente da autarquia, Carlos Pinto de Sá, e o vereador Alexandre
Varela, acompanhados por elementos da administração do HESE e responsáveis clínicos, visitaram o espaço,
tendo o mesmo sido validado para os efeitos pretendidos. A presidente do Conselho de Administração do HESE,
Filomena Mendes, saudou a iniciativa, destacando a colaboração que o Município tem demonstrado nestes
momentos difíceis e reconheceu a urgência da entrada em funcionamento deste equipamento.