Évora: Festival Política no Teatro Garcia de Resende

Views: 84

Festival Política no Teatro Garcia de Resende

·         17 atividades de entrada gratuita

·         Concertos, filmes, workshops, debates e arte

O Festival Política chega pela primeira vez a Évora durante os dias 30 e 31 de maio e 1 de junho. Todas as actividades decorrem no Teatro Garcia de Resende e são de entrada gratuita.

Criado em 2017 e com edições em Lisboa e Braga, o Festival Política tem como objectivo envolver a sociedade civil e fomentar o debate em torno da política através de debates, performances, concertos, filmes, workshops e actividades para famílias. Em ano de eleições europeias, o festival procura promover uma maior consciência política e social, sobretudo nas gerações mais novas. A programação está já disponível em www.festivalpolitica.pt. Tendo como palco o Teatro Garcia de Resende, entre as 17 actividades programadas para Évora, destacamos as seguintes:

·         Espectáculo-lição de História, onde o humorista Hugo van der Ding promete fazer uma viagem pelos preconceitos europeus e sobre as várias personagens que ajudaram a escrever a História do continente (31 de maio, 21h30).

·         Speed dating com deputados. Encontro entre os cidadãos e deputados. Durante cinco minutos, os participantes inscritos conversam individualmente com os deputados, apresentando dúvidas, questões e contributos.  Capacidade 20 pessoas. Inscrição: festivalpolitica@gmail.com (31 de maio, 17h30)

·         Sessão de Cinema Todos Europeus (30 de maio, 17h). Seis curtas-metragens que ajudam a refletir o que é ser europeus e os entraves à cidadania europeia.

·         A humorista Cátia Domingues irá dinamizar uma conversa sobre como o humor ajuda a combater a discriminação e o discurso de ódio (30 de Maio, 21h30)

·         Sessão Fronteiras (31 de maio, 18h30). Quatro curtas-metragens, incluindo “O Salto”, de Luís Godinho. “Évora, finais da década de 60. Para escapar à Guerra Colonial, um grupo de jovens prepara o “salto” para França ou para a Holanda. Iludindo a vigilância repressiva da PIDE, utilizam as instalações da Fundação Nacional para a Alegria no Trabalho (FNAT), em Évora, para organizar a fuga”, destaca a sinopse.

·         Danças Europeias – workshop Pedexumbo. Vamos conhecer as danças de roda, em linha, a par ou em grupo, onde se dá ênfase ao convívio, à diversão e à descontração. Não há limite de idade para dançar e para quebrar fronteiras. Capacidade: 20 pessoas. Inscrição via festivalpolitica@gmail.com (1 de Junho, 15h)

·         Descobrir a Europa – Workshop infantil. Conhecer a História da Europa e das suas instituições de uma forma divertida. Dos 6 aos 10 anos Capacidade para 15 crianças. Inscrição via festivalpolitica@gmail.com (1 de Junho, 16h)

.         Quem ganha com a PAC – Política Agrícola Comum? (debate, 1 de Junho, 16h). Participam Miguel Bastos Araújo (biogeógrafo, estuda os efeitos das alterações climáticas na biodiversidade, professor universitário, Prémio Pessoa 2018), Nuno Belchior (agricultor e ativista) e Tito Rosa (engenheiro agrónomo, quadro aposentado do Ministério da Agricultura).

·         Espiga – música de Évora para a Europa. Concerto com produção de Dj Sims. Inclui a apresentação de um tema inédito dedicado à Europa (1 de Junho, 21h30).

O Festival Política conta com o apoio da Câmara Municipal de Évora, Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade, Instituto Português do Desporto e Juventude, Comissão Nacional de Eleições, Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal e Representação da Comissão Europeia em Portugal.

CMÈ