Festival Sete Sóis Sete Luas apresentado em Lisboa

Views: 1018
Sete_Sois_Sete_Luas2
Foto arquivo: Sete Sóis Sete Luas

A Câmara Municipal de Elvas e o Festival Sete Sois Sete Luas promovem esta sexta-feira 26, pelas 11.30 horas, uma conferência de imprensa para apresentação do Festival Sete Sois Sete Luas, na Fundação José Saramago (casa dos Bicos), em Lisboa.
O objetivo passa pela apresentação da programação do Festival sete Sois Sete Luas em Portugal para o verão de 2015, sendo que neste ato vão estar o vice-presidente da Câmara Municipal de Elvas, Manuel Valério e o diretor do Festival Sete Sois Sete Luas, Marco Abbondanza, além de representantes das cidades portuguesas integradas nesta rede.
Integrando desde 2013 a Rede do Festival Sete Sois Sete Luas, Elvas classificada como Património Mundial da UNESCO, desde 2012, cumpre um dos objetivos desta rede cultural: a difusão das culturas das duas margens do mediterrâneo e do mundo lusófono, através da realização de atividades culturais e artísticas com a programação dos concertos que se têm realizado, entre os meses de julho e agosto, na principal praça da cidade, em pleno centro histórico.
Para além deste, é ainda objetivo o estímulo ao desenvolvimento do turismo cultural e a promoção no estrangeiro dos produtos artesanais e gastronómicos das Cidades da Rede, sendo assim apresentados os produtos que fazem parte da herança gastronómica de Elvas que passarão, partir deste ano, a circular pelas 30 cidades, dos 11 países que compõem a rede:
-A ameixa em calda produzida pelos 2 maiores produtores do concelho: ARTESANAL FRUTAS, de Eduardo Barrena e FÁBRICA DAS AMEIXAS DE ELVAS, de Luís Silveirinha.
– Compotas de frutas dos pomares de Elvas (abóbora, pera, maçã, ameixa, alperce e marmelo ) produzidas pela APPACDM.
– Azeite, ingrediente fundamental em toda a cozinha elvense, feito a partir das azeitonas dos olivais do concelho de Elvas, produzido pela empresa Oleoga.
Com estes produtos, esperamos que os sabores das terras de Elvas possam chegar a todo o mundo do mediterrâneo e da lusofonia, inspirando a todos o desejo de conhecerem Elvas, o seu património, a sua cultura, as suas tradições e as suas gentes.