Governo já celebrou 29 contratos com municípios para reforçar policiamento de proximidade

Views: 544

policia_notÉvora – O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, revelou que, a nível nacional, já foram celebrados um total de 29 Contratos Locais de Segurança (CLS) com municípios, um “elemento essencial” para o reforço do policiamento de proximidade.

“O objectivo para este ano era de 10 CLS e já passámos para cerca de 30. Queremos celebrar os CLS de forma sustentada, correspondendo a uma intenção dos presidentes de câmara”, ao invés de ser de “uma forma burocrática ou administrativa”, frisou.

O ministro Rui Pereira falava aos jornalistas em Évora, após a entrega de 18 novas viaturas à GNR e PSP distritais, adquiridas pelo Governo Civil, para serem afectas a Programas de Policiamento de Proximidade, no âmbito dos CLS assinados, em Abril, com oito municípios.

Na mesma cerimónia, foram ainda celebrados mais dois CLS com câmaras municipais do distrito (Viana do Alentejo e Vila Viçosa), o que faz com que 10 dos 14 municípios da região já tenham aderido a este compromisso (faltam os quatro concelhos liderados pela CDU).

“Os CLS são hoje um elemento essencial da segurança comunitária. Têm a função de agregar, em cada concelho, os programas de policiamento de proximidade e de articular a acção dos governadores civis, presidentes de câmara, forças de segurança e de toda a comunidade local”, destacou.

Segundo o ministro, o objectivo do Governo não é “celebrar muitos” CLS, mas sim implementá-los de forma “gradual” no país, para que tenham “um conteúdo efectivo” e, localmente, sejam “mais um elemento para dinamizar e intensificar o policiamento de proximidade”.

Elogiando o caso de Évora, “um dos distritos pioneiros” neste âmbito, Rui Pereira garantiu que o Governo vai também “continuar a fazer com que funcionem” os CLS já celebrados, nomeadamente através do reforço de meios, como as viaturas entregues  na cidade alentejana.

Os 18 novos veículos, ligeiros e todo-o-terreno (12 para a GNR e seis para a PSP), implicaram um investimento de 260 mil euros do Governo Civil de Évora e vão reforçar os programas de policiamento de proximidade, como o “Escola Segura”, “Idosos em Segurança”, “Comércio Seguro” ou “Segurança no Meu Bairro”.

Para o comandante distrital de Évora da PSP, intendente Ricardo Matos, as seis viaturas destinadas ao seu efectivo são “um reforço significativo e muito importante” para o policiamento de proximidade e vão substituir meios mais antigos, já com desgaste, ou desadequados.

“As viaturas todo-o-terreno vão permitir-nos chegar a locais onde, até agora, chegávamos com mais dificuldade com os veículos que tínhamos”, como algumas quintas nos arredores de Évora, exemplificou.

Também o segundo comandante do Grupo Territorial de Évora da GNR, tenente-coronel João Sousa, salientou que as viaturas que possuíam já estavam “muito ‘batidas’, com muitos quilómetros e uso”.

Os novos meios são, por isso, disse, um “reforço considerável”, sobretudo as carrinhas todo-o-terreno, que vão facilitar o socorro e apoio “às pessoas, na maioria idosos, que vivem no campo”.

RRL.

Lusa/Fim

Comments: 0