Grândola: O município, através do Projeto Tampas e Caricas, já entregou às instituições do concelho mais de 20 mil euros em ajudas técnicas

Views: 155

O projeto Tampas e Caricas é dinamizado pelos programas de envelhecimento ativo do Município de Grândola – Universidade Sénior e Programa Viver Solidário – e tem tido uma enorme adesão por parte da população de todo o concelho na recolha e entrega das tampas e caricas, envolvendo também parcerias informais com o comércio local e parcerias intergeracionais com as escolas e jardins-de-infância.

 

O projeto teve início no final de 2011, e até à presente data, foram já entregues para reciclagem 38.200Kg de tampas e caricas, traduzindo-se em ajudas técnicas atribuídas no valor de 20.218,25€.

Este valor inclui as ajudas técnicas atribuídas este mês de outubro, numa entrega simbólica durante as Comemorações do Dia Internacional da Pessoa Idosa, à AISGRA e à Casa do Povo de Azinheira dos Barros, correspondendo aos equipamentos geriátricos solicitados, num total de 2.635,00€ repartidos pelas duas entidades.

A AISGRA recebeu 1 cadeira de rodas, 1 andarilho com 4 rodas, 2 cadeiras de banho com rodas, 2 colchões anti-escaras com compressor, 2 bancos de duche rotativos e 2 cadeiras de banho rotativas.

A Casa do Povo da Azinheira dos Barros recebeu 2 cadeiras de rodas, 2 cadeiras de banho e sanitárias, 2 bancos de banho e 1 cadeirão/poltrona com rodas.

 

O sucesso do projeto Tampas e Caricas deve-se ao envolvimento e participação de toda a comunidade que, por todo o concelho, recolhe as tampas de plástico e de metal e as faz chegar à USG. Todo o material angariado é devidamente separado e embalado por um voluntário e posteriormente enviado para a Resialentejo para reciclagem. O valor apurado permite a aquisição de equipamentos de apoio a pessoas idosas e ou dependentes, sendo esses equipamentos atribuídos rotativamente às diversas entidades parceiras dos programas de envelhecimento ativo, de acordo com as necessidades apresentadas.

 

O Município de Grândola agradece a todas e a todos quantos têm colaborado, apelando à continuação e ao reforço dessa colaboração, para que consigamos ajudar em conjunto cada vez mais e melhor quem precisa.