Grupo Os Mosqueteiros entrega 162 mil euros para concretizar projetos de 12 instituições solidárias

Views: 104

Grupo Os Mosqueteiros vai distribuir 162 mil euros às 12 instituições participantes na campanha solidária “Votos Felizes”;
Pelo terceiro ano consecutivo, o Grupo Os Mosqueteiros contou com o apoio dos portugueses para dar um ano mais feliz a instituições de solidariedade social.
No total o Grupo Os Mosqueteiros irá entregar 162 mil euros divididos 12 instituições de solidariedade de norte a sul do país. Em plena época natalícia o Grupo entrega os votos dos portugueses permitindo assim que os projetos das instituições se concretizem.
Durante 20 dias os portugueses desejaram “Votos Felizes” e o Grupo doou 2€ por cada um desses votos. No total são 162 mil euros que o Grupo Os Mosqueteiros vai agora entregar às 12 instituições elegíveis no âmbito desta ação.
As 12 instituições que vão receber este apoio são: o Banco de Bens Doados, a Fundação Santa Rafaela Maria, a Santa Casa Misericórdia de Boliqueime, o Centro Social Paroquial de Larinho, a Ajudaris, a Associação Baptista Shalom, a Obra Social & Cultural Silvia Cardoso, a Associação de Solidariedade Social de S. Tiago de Fraião, a Associação Centro de Convívio e Recreio do Outeiro da Cortiçada, a Associação de Solidariedade Social Alvorada na Serra, a Associação de Solidariedade Social “Renascer de Bombel” e a Casa do Povo de Vilarinho dos Freires.
João Magalhães, administrador do Grupo Os Mosqueteiros, reforça a importância da iniciativa solidária para o Grupo: “Num ano especialmente desafiante voltamos a realizar a iniciativa “Votos Felizes”, que acontece assim pelo 3º ano consecutivo. É nos momentos mais difíceis que se torna ainda mais importante estarmos juntos pelo que é verdadeiramente relevante. Ao longo dos 20 dias desta campanha percebemos que os valores desta quadra continuam bem vivos e que quando os portugueses se unem coisas fantásticas acontecem”.
“Votos Felizes” é uma iniciativa criada pelo Grupo os Mosqueteiros, detentor das insígnias Intermarché, Bricomarché e Roady, que proporcionou aos portugueses a possibilidade de expressarem a sua vontade sobre a instituição que mais gostariam de ver reconhecida, de entre as 12 instituições ‘elegíveis’ no âmbito desta ação. Este ano e pela primeira vez o projeto teve a parceria da ENTRAJUDA, entidade que conhece profundamente o setor social em Portugal. A ENTRAJUDA desenvolve desde 2004 um trabalho totalmente inovador na área social, mobilizando voluntários qualificados para levar conhecimento às instituições de solidariedade, tornando-as mais eficientes e eficazes no combate à pobreza e na promoção de autonomia das pessoas carenciadas.