Milhares esperados na edição 2019 do Carnaval Internacional de Elvas

Views: 1914

A animação regressa a Elvas entre os dias 28 de fevereiro e 5 de março, com a 23.ª edição do Carnaval Internacional da cidade, que contará com vários grupos e foliões locais e das típicas comparsas espanholas.

Ao todo, sete grupos elvenses irão desfilar pelas ruas do centro histórico, bem como grupos de comparsas de Badajoz e de Olivença, num total de mais de um milhar participantes.

Inês Ramos vai ser a rainha do Carnaval. A artista é presença diária na televisão e vai animar os foliões nos três dias de corso. A programação vai ter início no dia 28 de fevereiro, às 10.30 horas, com o Dia das Comadres e dos Compadres, protagonizado pelos alunos da Universidade Sénior de Elvas e a Associação Juvenil ARKUS, entre a Avenida da Piedade e a Praça da República.

O Desfile Escolar, com as crianças do pré-escolar e do 1º Ciclo do concelho, realiza-se no dia 1, às 10 horas, num percurso que vai da Igreja de Nossa Senhora da Nazaré, no Viaduto, até à Praça da República, onde se realiza um espetáculo de animação para os petizes.

Sábado, dia 2, terá lugar o primeiro Corso Internacional, a partir das três da tarde, com a participação de grupos locais e das comparsas de Badajoz, e domingo 3, à mesma hora, decorre o Segundo desfile carnavalesco com a participação dos grupos locais, no centro histórico.

No dia 4 de março, segunda-feira, pelas 22 horas, tem lugar a gala coreográfica inserida neste programa de Carnaval, com o desfile dos grupos de Carnaval no Coliseu Comendador Rondão de Almeida, seguido de baile, onde são esperadas milhares de pessoas.

As festividades culminam na terça-feira de Carnaval, 5 de março, com o terceiro e ultimo Corso Internacional, pelas três da tarde, no Centro Histórico, e que conta com a participação das Comparsas de Olivença.

O Carnaval Internacional de Elvas é o maior da região do Alentejo, num investimento da Câmara Municipal de Elvas, na ordem dos milhares de euros, e que conta anualmente com a presença de dezenas de milhar de pessoas na cidade Património Mundial.

CME