Produção e transformação de alimentos em ambiente sustentável debatidas em Elvas

Views: 102

No próximo dia 25 de maio, a Escola Superior Agrária de Elvas do Instituto Politécnico de Portalegre irá receber o 6º Simpósio “Produção e Transformação de Alimentos em Ambiente Sustentável”. Este simpósio tem como objetivo divulgar conhecimentos, apresentar e estimular o pensamento e as ações inovadoras para acelerar as transformações do sistema agroalimentar.
O 6º Simpósio constitui-se assim num momento interinstitucional centrado na divulgação de conhecimento e num estímulo para a evolução de projetos conjuntos entre as várias instituições do consórcio e com a integração de novas instituições com trabalho relevante nas áreas em debate.
Neste contexto, adota-se uma perspetiva de continuidade relativamente aos Simpósios anteriores que decorreram noutras instituições de Ensino Superior: Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Beja e Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Leiria.
Este simpósio é patrocinado pelo projeto de investigação DM4YOU “Potencial da Dieta Mediterrânica no aumento da qualidade de vida” financiado pelo PRR e liderado pelo Instituto Politécnico de Portalegre e no qual participam instituições de ensino superior, empresas e associações regionais e nacionais.
Breve enquadramento
O sector agroalimentar está a ser condicionado por um conjunto diversificado de fatores que vão desde a situação pandémica ao crescimento demográfico, passando pelas alterações climáticas, pela escassez dos recursos da terra e da água, pela evolução tecnológica e pelas políticas públicas no âmbito da agricultura, da alimentação, da saúde e do ambiente.
Vencer estes desafios obriga a uma capacidade de inovação sem precedentes. A possibilidade de os vir a ultrapassar com sucesso implica que a ciência e a tecnologia devam estar alinhadas com os comportamentos da agroindústria e dos consumidores, envolvendo medidas ambientalmente mais sustentáveis.
O futuro da alimentação deve passar por uma abordagem integradora dos diversos saberes disciplinares relacionados com as problemáticas da alimentação e avaliadas com base em conhecimentos científicos sólidos. Só através de um diálogo entre o conhecimento científico e tecnológico e os saberes locais é que será possível encontrar soluções capazes de contribuir para a difusão de dietas saudáveis e sustentáveis, acessíveis para todos. A cultura, a tradição e os modos de produção e de alimentação do passado e do presente, vão ter que ser reinventados no futuro contexto global, regional e local, com realismo e com o apoio à moderna ciência e tecnologia.
Este simpósio tem como objetivo divulgar conhecimentos, apresentar e estimular o pensamento e as ações inovadoras para acelerar as transformações do sistema agroalimentar.