Reguengos de Monsaraz reconhece interesse público local da actividade vitivinícola no concelho

Views: 4778
Foto: CMRM
Foto: CMRM

A Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz decidiu reconhecer o interesse público local da actividade vitivinícola desenvolvida na área geográfica do concelho, distinguindo as agro-indústrias instaladas ou que se venham a instalar. A autarquia reconhece assim a importância que a actividade vitivinícola assume ao nível económico e social, ao representar uma das principais riquezas do concelho e um inegável pólo de desenvolvimento, impulsionando toda a economia local.

O concelho de Reguengos de Monsaraz é conhecido pelo cultivo das vinhas e pela produção de vinhos de reconhecida qualidade, encontrando-se instalados na sua área geográfica o maior produtor cooperativo de vinhos do país, a CARMIM – Cooperativa Agrícola de Reguengos de Monsaraz, e o maior produtor privado, a Herdade do Esporão. Reguengos de Monsaraz tem quatro mil hectares de vinhas que produzem mais de 30 milhões de quilogramas de uvas de qualidade.

No concelho existem actualmente sete empreendimentos de enoturismo, todos eles indutores de desenvolvimento turístico regional, e os vitivinicultores de Reguengos de Monsaraz possuem uma capacidade produtiva correspondente a 16 por cento da totalidade do vinho de mesa nacional, predominantemente nos segmentos de vinhos de elevada qualidade. Reguengos de Monsaraz é hoje também uma marca internacional associada aos vinhos com presença nos melhores mercados dos cinco continentes.

C.B.

Comments: 0