Jovem aluna de Grândola, vencedora do IV Prémio Hispano-Português de Poesia

Views: 529

O júri do IV Prémio Hispano-Português de Poesia Jovem “Ángel Campos Pámpano”, presidido pelo poeta Álvaro Valverde e composto por Ángela Campos Fernández, filha de Ángel Campos Pámpano, Jacinto Haro Ruiz, professor, Eva Mª Romero Rivero, professora,​ Ruy Ventura, ​professor e ​poeta​, ​José Antonio Zambrano, poeta​, ​Alejandrina Merino Zamora, professora, ​Luis Leal, professor e cronista​, ​Ana Isabel Bejarano Gómez, professora, e Miguel Ángel Lama, catedrático de Literatura Espanhola na Universidade de Extremadura, que desempenhou as funções de secretário​,​ deliberou outorgar o IV Prémio Hispano-Português de Poesia Jovem «Ángel Campos Pámpano»,  à obra apresentada sem título («Vida é um estado antes de morrer») da autoria de Isabel Maria Jaló Alexandre, aluna da Escola Secundária António Inácio da Cruz de Grândola.

A entrega do prémio, de 600€ e um quadro original do pintor Javier Fernández de Molina, decorreu na passada sexta-feira, 11 de maio, na localidade raiana de San Vicente de Alcántara, de onde o poeta Ángel Campos era natural. A jovem vencedora, acompanhada da sua família, recebeu o prémio e partilhou com o público a sua obra.

O ato terminou, com a intervenção do presidente do júri, o reconhecido poeta espanhol, Álvaro Valverde, salientando a importância de prosseguir com este tipo de iniciativas de divulgação cultural transfronteiriça, sendo este um dos poucos prémios literários exclusivamente dedicado à criação poética dos mais novos, aproveitando, também, para divulgar a realização, em 2019, da quinta edição do Prémio Hispano-Português de Poesia Jovem “Ángel Campos Pámpano”.