As grandes películas de regresso ao Auditório São Mateus

Views: 915

janeiro2016O ano começa com as grandes películas cinematográficas a serem levadas ao ecrã do auditório São Mateus, no mês de janeiro, às sextas-feiras, pelas nove e meia da noite.

O ano arranca com a mais esperada película, “Star Wars – O Despertar da Força”, para maiores de 12 anos, e que traz ao público esta reconhecida saga na sexta-feira, 8 de janeiro. Décadas após a queda de Darth Vader e do Império, surge uma nova ameaça: a Primeira Ordem, uma organização sombria que procura minar o poder da República e de Kylo Ren (Adam Driver), o General Hux (Domhnall Gleeson) e o Líder Supremo Snoke (Andy Serkis) como principais expoentes. Eles conseguem capturar Poe Dameron (Oscar Isaac), um dos principais pilotos da Resistência, que antes de ser preso envia através do pequeno robô BB-8 o mapa de onde vive o mitológico Luke Skywalker (Mark Hamill).

A 15 de janeiro, “A Modista”, um drama que fala da história de Myrtle Tilly, que depois de muitos anos de exílio, regressa à pequena cidade onde nasceu, na Austrália, para cuidar da mãe idosa, que se encontra muito doente. Tilly tinha saído dali muito jovem, devido a falsas acusações de assassinato. Hoje ela é uma mulher sofisticada que aprendeu os segredos da alta-costura com Madeleine Vionnet, uma das mais famosas costureiras de Paris (França). Agora, recorrendo aos seus dotes artísticos, Tilly decide transformar a visão dos habitantes da cidade mostrando, às pessoas que tanto mal lhe fizeram, que a vingança é doce e sabe ainda melhor se for servida fria… Para maiores de 12 anos, na sexta-feira, às nove e meia da noite.

“No Coração do Mar” é o filme para ver a 22 de janeiro, sexta-feira, às nove e meia da noite, para maiores de 12 anos. Em Novembro de 1820, o navio baleeiro Essex foi atacado por um cachalote de proporções gigantescas. Defrontando a fúria do animal em alto-mar, os 21 membros da tripulação vêem-se a questionar tudo em que sempre acreditaram, desde a honra ao verdadeiro valor da vida humana. Assim, enquanto George Pollard Jr., o capitão, procura salvar os seus homens no meio de uma tempestade, Owen Chase, o imediato, não perde a esperança de vir a derrotar o animal enfurecido. À deriva durante meses, a debaterem-se desesperadamente com as forças da Natureza, estes homens apenas terão a seu favor o instinto de sobrevivência e a experiência de uma vida no mar…

A proposta para a última sexta-feira de janeiro, dia 29, é “A Juventude”. Um filme, para maiores de 14 anos e a ser exibido pelas nove e meia da noite. Um drama sobre o envelhecimento, em que Fred e Mick, dois amigos quase octogenários, se encontram a gozar um merecido descanso num luxuoso hotel no sopé dos Alpes Suíços. O primeiro é um maestro e compositor conceituado que há muito abandonou a carreira musical; o segundo, por seu lado, é um realizador ainda no ativo que se prepara para realizar uma última obra que, segundo diz, será o seu “testamento”. Naquele lugar paradisíaco, cientes da proximidade do fim e rodeados de pessoas de todas as idades, os dois recordam o passado, fazem planos para o futuro ao mesmo tempo que refletem sobre a juventude e o elevado preço do envelhecimento…

Os mais novos, maiores de 6 anos, podem ver, no domingo 30 de janeiro, “A Viagem de Arlo”, pelas 16 horas. Como seria o Mundo se, por um mero acaso do destino, o asteroide que chocou com a Terra há aproximadamente 65 milhões de anos tivesse passado ao largo? Neste cenário hipotético, os dinossauros e os seres humanos teriam de se habituar à presença uns dos outros, partilhando “habitats” e formas de sobrevivência. “A Viagem de Arlo” segue esta premissa e conta-nos a história de amizade entre Arlo, um jovem e pacífico apatossauro de 70 metros, e de Spot, uma pequena cria de Homo Sapiens. Juntos, enfrentando muitos perigos, os dois amigos embarcam numa épica aventura pelas paisagens assombrosas do planeta Terra onde as diferenças abissais entre eles apenas são superadas pelo enorme sentimento de companheirismo, generosidade e confiança mútua.

Bilhetes à venda uma hora antes das sessões no Auditório São Mateus.