Comboios: Modernização de três linhas ferroviárias no Alentejo interrompe circulação durante um an

Views: 449

comboio_notÉvora – As obras de modernização em três linhas ferroviárias do Alentejo, já em curso, vão interromper a circulação de comboios na zona a partir de Maio de 2010 e durante um ano, disse hoje fonte da Refer.

A mesma fonte da empresa explicou à agência Lusa que “na primeira fase da obra não existem implicações na circulação ferroviária, mas, numa segunda fase, será estabelecida a interrupção da exploração comercial do troço Bombel/Vidigal/Casa Branca/Évora”.

Segundo a mesma fonte, a interrupção da circulação de comboios naquele troço tem início previsto para 01 de Maio de 2010, sendo levantada um ano depois.

De acordo com a fonte, os passageiros do troço Bombel/Vidigal/Casa Branca/Évora têm como alternativa o transporte rodoviário, através de autocarros de substituição ao serviço da CP e suportados pela Refer.

Também em declarações à Lusa, fonte oficial da CP explicou que “o serviço do comboio Intercidades para Évora e Beja vai ser suspenso durante os trabalhos naquele troço, sendo que o transporte dos passageiros será assegurado por meio rodoviário de substituição”.

“O plano de serviços rodoviários de substituição está ainda a ser equacionado”, disse a fonte, acrescentando que “presidem à sua elaboração os princípios base de manutenção da mobilidade actual, procurando evitar, na medida do possível, soluções que envolvam a necessidade de transbordo”.

A obra de modernização das linhas do Alentejo, Vendas Novas e Évora, no troço Bombel e Vidigal a Évora, foi consignada em Setembro último, num investimento de 48,4 milhões de euros.

Os trabalhos de beneficiação vão permitir “uma melhoria das condições de circulação do transporte de passageiros e mercadorias, possibilitando uma velocidade de exploração de 160 quilómetros por hora”.

Com uma duração de quase um ano e meio, a obra prevê a electrificação do troço Bombel e Vidigal a Évora, renovação das vias, beneficiação de estações e construção de passagens desniveladas.

Segundo a Refer, o troço entre Bombel (Vendas Novas) e Évora faz parte do corredor ferroviário de mercadorias entre Sines e Espanha, sendo considerado como prioritário nas Orientações Estratégicas para o Sector Ferroviário, incluída na lista dos trinta projectos prioritários da Rede Transeuropeia de Transportes.

SYM.

Lusa/Fim

Comments: 0