Dona da casa de Elvas em contradição

Views: 768

Gertrudes Nunes, proprietária da casa de Elvas, onde, alegadamente, ocorreram abusos sexuais a alunos da Casa Pia falou, esta quinta-feira, pela primeira vez em tribunal, num depoimento pautado por contradições.

Dessa forma, Ricardo Sá Fernandes pediu para serem chamados a depor o procurador do Ministério Público, João Guerra, e o advogado da arguida, Manuel Silva, para dissipar as discrepâncias dos seus depoimentos e analisar possíveis pressões do Ministério Público e da Polícia Judiciária sobre a arguida, a quando do primeiro interrogatório judicial.

Ontem, Gertrudes Nunes, acusada de 35 crimes de lenocínio (auxílio à prostituição), voltou a reafirmar-se inocente, mas, além de garantir desconhecer Carlos Silvino, “Bibi”, referiu nunca ter visto perto da sua casa carros de alta cilindrada.

Ler mais

http://jn.sapo.pt

Comments: 0