Elvas: Jovem desaparecido diz ter sido raptado e mantido em cativeiro

Views: 667

policiaO jovem de 14 anos residente em Elvas que estava desaparecido desde quinta-feira já regressou a casa, disse hoje à agência Lusa fonte da PSP da cidade.

De acordo com o relato da mãe, Paula Monho, o rapaz apareceu em casa este sábado, por volta das 20:00 e disse que havia sido raptado e mantido em cativeiro durante dois dias.

“Ele contou-nos que saiu de casa na quinta-feira para ir para a casa da tia e havia sido raptado, aqui no centro da cidade, por dois indivíduos encapuzados numa carrinha, que o levaram para um barracão abandonado, na zona industrial, e onde o mantiveram sem comer nem beber”, contou a progenitora.

O jovem apresentava “arranhões” na zona do abdómen.

“Ele garantiu que não lhe fizeram mal e que conseguiu fugir”, disse Paula Monho.

Os contornos deste alegado raptado estão a ser investigados pelas autoridades, confirmou fonte da PSP local.

Samuel Alexandre Monho Caeiro havia sido visto pela última vez pelos seus familiares, mãe e irmãs, à hora de almoço de quinta-feira.

Na noite anterior ao desaparecimento, o jovem dormiu na casa de um primo, “de quem era muito amigo” e ambos frequentavam a mesma turma na escola.

Na manhã de quinta-feira, Samuel terá insistido com a tia para o deixar na casa da mãe, alegando que necessitava de apanhar material escolar.

“Como ele insistiu tanto, eu não o levei à escola e deixei-o na casa da mãe”, contou à Agência Lusa a tia, Glória Vidigal.

Samuel Caeiro terá saído de casa por volta das 17:00 de quinta-feira e nunca mais havia visto até à noite de sábado.

AYRM.

***Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico***

Lusa/Tudoben

Comments: 0