Santiago do Cacém: Coral amador recria temas do cinema animado em concerto de Natal inovador

Views: 393

O Coral Harmonia, de Santiago do Cacém, apresenta este ano um concerto de Natal inovador com a interpretação de temas do cinema animado, que prometem recordar histórias encantadas às crianças e devolver memórias aos mais velhos.

    “Tempos de Fantasia” é o terceiro projecto profissional do coro amador, que soma 25 anos de existência e mais de 30 elementos na sua formação.

    Depois da Missa Étnica e do Gospel, o coral prepara-se para subir sábado ao palco da Sociedade Harmonia, acompanhado do coro juvenil e dos músicos profissionais do Trio em Jazz, perfazendo 67 elementos, com idades dos seis aos 79 anos.

    Elton John, Michael Bolton e Phil Collins serão alguns dos autores interpretados pelos coralistas, que “têm tido três a quatro ensaios semanais” durante a preparação deste projecto.

    “Estamos a trabalhar nisto há um ano, embora a ideia seja um pouco mais antiga”, disse hoje à agência Lusa o maestro do grupo, Fernando Malão.

    O espectáculo, que foi “adaptado” ao limitado orçamento do coro amador, promete revelar-se “um concerto de Natal diferente do habitual, mais arrojado, inovador, sem os temas tradicionais da quadra”, avançou Teresa Chaves, da direcção.

    “É uma adaptação muito nossa de músicas do cinema animado, numa fusão com o jazz, e onde os coralistas vão, além de cantar, representar”, explicou ainda o regente.

    A orquestração dos temas e medleys a apresentar é de sua autoria, cabendo a Ana Rita Candeias, maestrina do coro juvenil, a elaboração de alguns arranjos.

    O repertório, afiança o Coral, é “conhecido de todos: crianças, pais e avós”.

    Além dos temas destinados aos mais novos, o concerto contará também com alguns clássicos do cabaret, para públicos de todas as idades. Elementos cénicos, como fantoches criados propositadamente para o efeito, compõem o cenário.

    Dadas as características do projecto, o concerto de Natal fica este ano de fora da Igreja Matriz de Santiago do Cacém, onde costuma receber, anualmente, centenas de espectadores.

    “É um espectáculo que não se adapta ao espaço da Igreja, por isso decidimos fazer na nossa sede, o que é também uma forma de dinamizar aquele espaço”, esclareceu Teresa Chaves.

    O concerto, com a duração de uma hora, está agendado para as 21:30 de sábado, com repetição uma semana depois, a 27 de Dezembro.

   

    RE.

    Lusa/Tudoben

Comments: 0