Azeite: Empresa do Alentejo pretende iniciar negócios em 2010 nos mercados de Angola e Moçambique

Views: 649

azeiteEstremoz, Évora – A empresa produtora de azeite SICA, de Estremoz, pretende iniciar negócios em 2010 nos mercados de Angola e Moçambique, apesar de já exportar actualmente quase toda a produção para vários países.

Rui Nobre dos Santos, sócio-gerente da Sociedade Industrial e Comercial de Azeites (SICA), disse  à agência Lusa que praticamente toda a produção (cerca de 99 por cento) é canalizada para a exportação, sobretudo para os Estados Unidos, Brasil, Canadá, Austrália e vários países da União Europeia.

De acordo com o responsável, a produção da empresa deve atingir este ano cerca de 1,2 milhões de litros de azeite.

Este ano, segundo o empresário, a SICA conseguiu aumentar as exportações para os mercados do Brasil e Estados Unidos.

Rui Nobre dos Santos explicou que “a empresa pretende começar a exportar para Angola e Moçambique, em 2010”, um objectivo que está traçado desde 2007, “mas que ainda não foi possível concretizar”, e aumentar as exportações para o Brasil.

“Angola e Moçambique, constituem mercados com tendência para aumento no consumo de azeite”, afirmou.

Em relação à produção de 2009, o empresário garantiu que os indicadores apontam para um ano de azeite de “muito boa qualidade”.

A quantidade de azeite exportado pela empresa aumentou 10 por cento este ano, em relação a 2008.

A SICA, que se dedica sobretudo à produção e comercialização de azeite, produz azeite das marcas “Triunfo”, Saloio” e “Santa Maria”, a maioria azeite virgem extra.

Espanha, o primeiro produtor mundial de azeite, é o grande concorrente de Portugal neste sector.

TCA.

Lusa/Fim

Comments: 0