Administração e sindicatos da Delphi hoje em Lisboa para debater futuro da fábrica de Ponte Sor

Views: 997

delphin_notPonte de Sor, Portalegre – A administração da multinacional norte-americana Delphi volta a reunir-se esta terça-feira com várias estruturas sindicais, em Lisboa, para debater o futuro da fábrica de Ponte Sor (Portalegre), revelou à agência Lusa fonte sindical.

“A reunião decorre esta terça-feira, na sede da Delphi, em Lisboa, pelas 15:00”, indicou José Simões, secretário-geral do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas e Afins (SIMA).

O dirigente sindical adiantou que a administração da Delphi deverá “dar resposta” às propostas que fez durante o primeiro encontro com os sindicatos, que decorreu no dia 22 de Outubro, e às “tomadas de posição” dos operários.

A empresa está, segundo os sindicatos, a estudar a possibilidade de encontrar uma outra actividade para a fábrica de Ponte de Sor, a fim de manter os postos de trabalho, mas a proposta concreta só deverá ser apresentada na reunião de terça-feira.

De acordo com José Simões, durante a reunião serão também debatidos outros temas, tais como a redução de salários e de regalias, dois temas que, para os trabalhadores, estão “fora de questão”.

Os operários da Delphi de Ponte Sor aprovaram sexta-feira, em plenário e por unanimidade, uma moção que visa a rejeição de qualquer tipo de propostas, por parte da administração da empresa, que aponte para a redução de salários ou de regalias.

Se as propostas apresentadas pela Delphi não forem ao encontro dos anseios dos operários, José Simões garantiu que “mantém-se” o acordo que foi feito anteriormente com a administração.

Em 2008, aquando do anúncio da decisão de encerramento da fábrica, entidades sindicais e administração acordaram um valor de dois salários por cada ano de trabalho, em termos de indemnização.

Caso os trabalhadores não aceitem a proposta da administração, o cenário mais provável é o encerramento da fábrica e o despedimento colectivo dos 439 operários efectivos.

A unidade industrial, sedeada em Ponte de Sor há 29 anos, é a maior do distrito de Portalegre, empregando 2,5 por cento da população do concelho.

A empresa produz apoios, volantes e airbags para vários modelos de veículos automóveis.

A Delphi tem cinco fábricas em Portugal: Guarda, Portalegre, Seixal, Castelo Branco e Braga.

HYT.

Lusa/Fim

Comments: 0