Campo Maior/Ambiente: Mancha de algas que poderão ser tóxicas aparece na Barragem do Caia

Views: 758

barragem_caia02Uma mancha de algas, que as autoridades suspeitam serem tóxicas, foi detetada hoje de manhã na Barragem do Caia, no concelho de Campo Maior, junto ao parque de campismo, disse à Agência Lusa fonte da GNR.

O município de Campo Maior emitiu já um aviso à população em que “interdita a prática da pesca e banhos” nas águas da barragem.

A mancha foi detetada hoje de manhã por elementos do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR de Elvas.

O delegado de Saúde de Campo Maior, Paula Campos, avançou à Agência Lusa a suspeita de se tratar de uma substância tóxica.

“Estamos em crer que se trata de uma cianobactéria. Uma alga tóxica que aparece em algumas barragens de água parada”, sublinhou.

“É uma mancha que está espalhada por praticamente toda a barragem, com particular incidência nas margens, com um cheiro a ranço, água vidrada e cor azul”, descreveu o delegado de Saúde.

Do local já foram retiradas amostras que foram encaminhadas para o Laboratório Nacional de Saúde Pública.

A Barragem do Caia, a maior no distrito de Portalegre, abastece os concelhos de Elvas, Campo Maior e Arronches.

Paula Campos afastou, contudo, qualquer cenário de alarmismo e impacto na saúde pública.

“É uma situação temporária e normal nas albufeiras com características como a do Caia, com água rica em nutrientes agrícolas e parada. Agora, devido às mudanças climáticas, nomeadamente o aumento de temperatura, as algas vieram à superfície”, explicou.

A autarquia de Campo Maior vai emitir um aviso às Câmaras de Elvas e Arronches, também abrangidas pelas águas da barragem.

AYRM

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Lusa/Tudoben

Comments: 0