Concerto De Tributo A Freddie Mercury

Views: 743

Parece-me que não há melhor forma de homenagearmos um músico do que mantermos o seu legado vivo. Foi esta a essência que deu vida ao Concerto de tributo a Freddie Mercury, uma das mentes musicais mais brilhantes do século XX. Vocalista, pianista, compositor e letrista da famosa banda britânica Queen, Mercury escreveu algumas das grandes canções do nosso tempo, entre as quais se encontram Bohemian Rhapsody, Somebody to Love, Love of my life, Don’t stop me now, Crazy little thing called love e We are the champions.

Um outro aspecto que julgo digno de registo é o facto de Freddie Mercury pertencer a um grupo de músicos pelo qual sinto uma especial simpatia e uma admiração acrescida, onde se incluem também Mozart, Schubert, Bizet, Chopin, Glenn Miller, George Gershwin, Frank Zappa, Stevie Ray Vaughan, Jimi Hendrix, John Lennon ou Freddie Mercury. E que têm eles em comum? Morreram bastante novos, no auge da sua força criativa. Ora, se alguém que vive apenas 30 ou 40 anos consegue impor o seu talento, o seu estilo, a sua personalidade artística e conquistar o direito à imortalidade num tão limitado tempo de existência, penso que tal fenómeno deve ser reconhecido como algo notável e inaudito. A arte também tem os seus mártires…

Mercury teve ainda um outro reconhecido mérito; ao colaborar com Monserrat Caballé, abriu o universo rock aos apreciadores de ópera e vice-versa, o que provou como é infinita a capacidade de criar, ser original e misturar universos aparentemente intocáveis.

Por último, este tributo pretendeu reflectir a convicção que todos os intervenientes partilham com o músico homenageado: “se apenas uma pessoa presente na sala, tiver sentido, no seu íntimo, este concerto, e por um instante tenha tocado a felicidade, damos por bem empregue as centenas de horas que dedicámos à sua preparação, na certeza de que cada um recebe na justa medida daquilo que dá”.

 

ver (parte) video do espectáculo aqui: http://www.tudoben.com/

 

Luís Zagalo

Comments: 0