Cultura: Beja revela aspectos da ruralidade na arte europeia dos séculos XVII a XX

Views: 858

Quase 40 obras de arte, entre pinturas e desenhos de mestres europeus dos séculos XVII a XX provenientes de museus e colecções particulares do Baixo Alentejo, “dão corpo” a uma exposição patente, a partir de hoje, em Beja.

    A mostra “O Coração da Terra – Aspectos da Ruralidade na Arte Europeia”, promovida no âmbito da feira RuralBeja, a decorrer até domingo, vai poder ser apreciada pelo público na Galeria dos Escudeiros, até 30 de Novembro.

    A mostra é organizada pela Câmara e pelo Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja (DPHADB), através da Associação Portas do Território.

    Alfred Béguin, através do desenho “As vindimas”, datado dos finais do século XIX e propriedade da Rede de Museus da Diocese de Beja, é um dos artistas do catálogo da exposição.

    Trata-se de artistas que “fizeram parte, desde muito cedo, de uma ‘vanguarda ecológica’ que encontrou no mundo dos campos um extraordinário manancial inspirador”, explica o DPHADB.

    A exposição, que inclui trabalhos das escolas francesa, alemã, belga, suíça, dinamarquesa, inglesa e italiana, revela um “legado fundamental na cultura europeia”, através de um percurso dividido em três núcleos: “a natureza e os seus seres”, “a paisagem como habitat” e “a intemporalidade do quotidiano”.

   

    LL.

    Lusa/Tudoben

Comments: 0