Dia dos Museus: Entrada de Museu de Estremoz na Rede Portuguesa representa “credibilização” do trabalho desenvolvido

Views: 751

museu_cacaA integração do Museu Municipal de Estremoz na Rede Portuguesa de Museus (RPM), a partir de terça-feira, representa a “credibilização” do trabalho desenvolvido no espaço museológico alentejano, disse hoje o diretor, Hugo Guerreiro.

“É um grande orgulho para todos os colaboradores do museu, foi um trabalho de grupo e significa uma projeção a um outro patamar”, salientou o diretor do Museu Municipal de Estremoz, em declarações à Agência Lusa.

A Rede Portuguesa de Museus, entidade tutelada pelo Ministério da Cultura que se dedica à credenciação e qualificação na área museológica, vai receber dez novos membros a partir de terça feira, Dia Internacional dos Museus, entre os quais o Museu Municipal de Estremoz.

Hugo Guerreiro realçou que a integração do Museu Municipal de Estremoz na Rede Portuguesa de Museus pode contribuir para “criar as condições financeiras necessárias para desenvolver uma renovação museológica”, no museu da cidade alentejana.

O responsável referiu ainda que a entrada daquele espaço museológico na RPM permite “uma maior visibilidade do Museu Municipal” e a possibilidade de beneficiar de apoio técnico especializado e de avançar com candidaturas a fundos da União Europeia destinados aos museus.

O diretor do museu adiantou que, após a concretização do propósito de integrar o espaço museológico na RPM, um outro objetivo já está em marcha, a reabertura do Museu da Alfaia Agrícola, um núcleo do Museu Municipal de Estremoz.

“Com acesso a fundos da União Europeia, esperamos dar um novo enfoque para que o Museu da Alfaia Agrícola reabra”, salientou.

Os membros da RPM beneficiam de programas de apoio financeiro, acesso prioritário a ações de formação e à divulgação de iniciativas no site do Instituto dos Museus e da Conservação (IMC).

Os dez novos membros da RPM – que passa a ser constituída por 131 museus – serão apresentados publicamente numa cerimónia que decorrerá no Museu Rainha D. Leonor/Museu Regional de Beja, terça feira, às 16:00, com a presença do secretário de Estado da Cultura, Elísio Summavielle.

Desde a sua criação, em 2000, a RPM – organismo certificador da qualidade e funcionamento dos espaços museológicos do país – tem vindo a promover a partilha de conhecimento, serviços, recursos e boas práticas nesta área.

A RPM reúne museus e palácios, incluindo os nacionais, os tutelados pelas delegações da cultura dos Açores e da Madeira, da administração local e central, de empresas públicas privadas, de fundações, da Igreja Católica e das Misericórdias.

TCA.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Lusa/Tudoben

Comments: 0