Elvas: PSP instaura processo-crime sobre assalto a Tribunal

Views: 1662

 A PSP de Elvas instaurou um processo-crime relativo ao assalto de quarta-feira ao Tribunal da cidade, tendo já recolhido “testemunhos e indícios”, revelou hoje à agência Lusa o responsável da investigação criminal.

    O sub-comissário João Paulo Marmelo, responsável pela investigação criminal na PSP de Elvas, confirmou que o assalto ocorreu “à hora de almoço”, período em que o tribunal estava aberto, tendo sido furtado um computador portátil do interior de um gabinete de um magistrado do Ministério Público.

    O responsável policial explicou que a PSP de Elvas tomou conta da ocorrência, depois de chamada ao Tribunal Judicial, tendo instaurado um processo-crime.

    “Foram recolhidos testemunhos e indícios e as investigações continuam”, disse o responsável pela investigação criminal, escusando-se a divulgar mais pormenores sobre o assalto.

    O sub-comissário João Paulo Marmelo adiantou apenas que o computador portátil furtado é propriedade do Estado, sem especificar se continha informações ligadas a processos.

    O computador foi furtado de cima de uma secretária durante o normal funcionamento dos serviços.

    Alegando estar a decorrer um processo-crime, o responsável da PSP de Elvas também se escusou a confirmar se o sistema de vídeo vigilância do Tribunal está avariado, conforme relatos prestados pelos funcionários às autoridades policiais.

    No mesmo dia, uma viatura, que estava estacionada no parque do Tribunal de Elvas, pertencente a um funcionário, também terá sido alvo de vandalismo.

   

    MLM/MPC/BZR

    Lusa/Tudoben

Comments: 0