Elvas/Segurança: Centro na fronteira do Caia é “exemplo a nível internacional”

Views: 1854

aduanaElvas, Portalegre – A secretária de Estado da Administração Interna, Dalila Araújo, apontou hoje o Centro de Cooperação Transfronteiriço Policial e Aduaneiro do Caia (Elvas), na fronteira entre Portugal e Espanha, como “um bom exemplo a nível internacional”.

“Orgulhamo-nos deste modelo, que é apresentado como um bom exemplo e boa prática no quadro das organizações internacionais do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF)”, referiu Dalila Araújo.

A governante falava aos jornalistas durante uma visita às instalações do SEF localizadas naquele posto misto, na antiga fronteira do concelho alentejano de Elvas com Badajoz (Espanha).

“Este modelo de cooperação transfronteiriça entre Portugal e Espanha é um exemplo e permite a presença em tempo real e a troca de informações entre os dois países”, explicou.

Dalila Araújo sustentou que o modelo policial e aduaneiro implementado no Caia tem dado resultados positivos ao nível da cooperação transfronteiriça.

“No ano passado, foram identificados 11 mil cidadãos estrangeiros e apenas dois por cento estavam em situação irregular”, exemplificou.

A secretária de Estado considerou ainda que o Centro de Cooperação Transfronteiriço do Caia tem desenvolvido um importante trabalho de colaboração e apoio à investigação criminal.

“Foram efetuados oito mil pedidos de apoio no último ano e são recebidos aqui, por noite, 60 pedidos”, afirmou.

Manuel Jarmela Palos, diretor nacional do SEF, também considerou o Centro de Cooperação Transfronteiriço Policial e Aduaneiro do Caia como uma mais-valia, devido à sua localização e funcionalidade.

“Este centro localiza-se no eixo Lisboa-Madrid, o principal acesso ao centro de Espanha e à Europa. Tal facto permite-nos ter dados muito concretos sobre os fluxos migratórios”, salientou.

Por outro lado, acrescentou, a infraestrutura, que é “acima de tudo um centro operacional”, permite “a troca de informações entre os dois países”.

O Centro de Cooperação Transfronteiriço Policial e Aduaneiro do Caia está a funcionar neste novo modelo há três anos e consiste na colaboração entre oito forças, cinco das quais portuguesas e três espanholas.

Do lado português, marcam presença SEF, GNR, PSP, Polícia Judiciária (PJ) e Direção Geral de Alfândegas.

Já da parte de Espanha trabalham neste projeto comum a Polícia Nacional, Guardia Civil e Aduanas Españolas.

AYRM.

***Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico***

Lusa/Tudoben

Comments: 0