Évora: Jardim do século XVI abre ao público após obras de recuperação

Views: 916

O Jardim das Casas Pintadas, datado do século XVI e situado em pleno centro histórico de Évora, foi hoje aberto ao público, após a conclusão da primeira fase do projecto de recuperação e valorização.

    “O espaço é destinado a ser fruído”, disse à agência Lusa o presidente da Fundação Eugénio de Almeida (FEA), cónego Eduardo Pereira da Silva, à margem da sessão de apresentação da conclusão da obra, que decorreu ontem no Fórum Eugénio de Almeida, junto ao Templo Romano de Évora.

Para o cónego Eduardo Pereira da Silva, as obras de recuperação, que se prolongaram durante nove meses, permitiram “criar condições para se circular no espaço de forma mais agradável” e para se “apreciar as pinturas do jardim”.

    Esta fase, segundo o mesmo responsável, insere-se num projecto de “maior dimensão”, que envolve a recuperação do conjunto de frescos, que decora uma galeria anexa ao jardim.

    Apontado como exemplar único em Portugal de pintura mural palaciana da segunda metade do século XVI, o espaço está classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1950.

    O projecto de recuperação foi co-financiado pelo Ministério da Cultura (MC), Programa Operacional da Cultura (POC) e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

   

    SYM.

    Lusa/Tudoben

Comments: 0