Adesão à greve de 90,48% no turno da manhã dos enfermeiros

Views: 2621

medicosA adesão à greve dos enfermeiros no turno da manhã, no terceiro e último dia de paralisação, foi de 90,48 por cento, disse à Lusa a vice-coordenadora do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP).

Guadalupe Simões adiantou que a paralisação foi de 100 por cento em alguns hospitais, nomeadamente de Tondela, Fundão, Montijo, Santiago do Cacém, Ponte de Lima, Faro e Portimão.

No turno da manhã costumam estar escalados 19 mil enfermeiros, adiantou a dirigente sindical.

O Ministério da Saúde ainda não publicou os dados da adesão à greve no turno da manhã de hoje. Os últimos números apontam para uma adesão de 82,98 por cento na quinta-feira.

A greve de três dias termina hoje com uma manifestação em Lisboa, em que são esperados entre 15 mil a 17 mil enfermeiros, adiantou Guadalupe Simões.

Para o coordenador nacional do SEP, José Carlos Martins, trata-se da paralisação “com maiores níveis de adesão desde 1976”.

A manifestação, que também deverá ser a maior desde há 34 anos, de acordo com o mesmo sindicato, parte do Ministério da Saúde com destino ao Ministério das Finanças.

Os enfermeiros contestam a alegada proposta governamental de ingresso na carreira, que fixa o salário em 995 euros, um valor abaixo dos actuais 1020 euros e dos 1200 de outros profissionais da administração pública.

O Ministério da Saúde, porém, já esclareceu que a proposta de ingresso na carreira em discussão com os enfermeiros visa manter o montante dos 1020 euros.

HN.

Lusa/Tudoben

Comments: 0