Autárquicas/Vila Viçosa: Presidente quer novo centro de saúde e instalações para GNR

Views: 543

vila_vicosa_notVila Viçosa, Évora, – A construção do novo centro de saúde e a criação de novas instalações para a GNR são duas das medidas prioritárias para o novo presidente do município de Vila Viçosa, Caldeirinha Roma (PS), no próximo mandato autárquico.

Em declarações à agência Lusa, Luís Caldeirinha Roma, eleito pelo PS, que ganhou a Câmara à CDU, adiantou que pretende também “melhorar a gestão” da rede de abastecimento público de água ao concelho.

Caldeirinha Roma, engenheiro civil, que toma posse ontem, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, às 21:00, já tinha sido vereador em regime permanente do município de Vila Viçosa.

Quanto à construção do centro de saúde, o novo presidente da câmara disse que a obra constitui “uma antiga aspiração” da população do concelho, zona onde existe uma actividade industrial, o sector dos mármores, com alguma perigosidade.

Sobre as instalações do posto local da GNR, Caldeirinha Roma considerou que são “obsoletas”.

A reformulação da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Vila Viçosa e a construção de ETAR em São Romão e Pardais integram ainda a lista dos objectivos prioritários do novo presidente da autarquia eleito a 11 de Outubro.

Caldeirinha Roma vai dar também “prioridade” a uma intervenção na área da acção social, prometendo diligenciar no sentido de ser construído um lar de idosos na freguesia de Bencatel.

Por outro lado, o novo presidente do município de Vila Viçosa pretende dotar as associações e colectividades de carácter cultural e desportivo de infra-estruturas capazes para “facilitar e dinamizar” as suas actividades.

Questionado sobre a candidatura de Vila Viçosa ao estatuto de Património Mundial, concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), processo desenvolvido pelo executivo municipal liderado pela CDU, que hoje cessa funções, Caldeirinha Roma retorquiu que vê esta candidatura como “uma utopia”.

“O interesse é para criar hábitos junto da população de conservação do rico património histórico e cultural da vila”, adiantou.

O novo presidente explicou que vai manter a candidatura, mas realçou que “não é uma questão prioritária” para o município no próximo mandato autárquico.

Luís Caldeirinha Roma venceu as eleições de 11 de Outubro, com maioria absoluta, destronando o autarca comunista Manuel Condenado, que liderava aquele município há 12 anos.

O PS elegeu três elementos para o executivo municipal, enquanto a CDU elegeu dois.

TCA.

Lusa/Fim

Comments: 0