Beja/Media: Associação de municípios proprietária do Diário do Alentejo procura “solução interna” para direção do jornal

Views: 751

diario_alentejoBeja, 18 fev (Lusa) – A associação de municípios proprietária do Diário do Alentejo (Beja) está a procurar uma “solução interna” para a direção do jornal, após o atual diretor ter colocado o cargo à disposição, revelou hoje o presidente da associação.

“Estamos a tentar procurar uma solução interna para o cargo de diretor”, ou seja, “entre os três jornalistas do quadro do jornal”, disse à Agência Lusa o presidente do conselho diretivo da Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral (AMBAAL), Jorge Pulido Valente.

Para tal, explicou, um júri, composto por três autarcas das forças políticas representadas no conselho diretivo da AMBAAL, “vai entrevistar os três jornalistas” para “encontrar uma solução interna”.

O júri será composto por Jorge Pulido Valente, também presidente da Câmara de Beja (PS), e os autarcas da Vidigueira, Manuel Narra (CDU), e de Almodôvar, António Sebastião (PSD), também vogais do conselho diretivo da AMBAAL.

“Se houver disponibilidade de algum dos jornalistas, será encontrado o diretor do jornal a nível interno”, disse Jorge Pulido Valente, referindo que, “a verificar-se uma boa solução, será assumida como definitiva”.

“Esta parece-nos a solução mais adequada”, mas “se considerarmos que não é ainda a solução, adotamo-la provisoriamente e teremos que procurar outra forma de resolver o problema da direção” do jornal, previu.

Por outro lado, admitiu, se nenhum dos três jornalistas se mostrar disponível para assumir a direção do jornal, a AMBAAL vai recorrer a uma “solução externa”, como a “análise de alguns currículos propostos” ou concurso público.

Segundo Jorge Pulido Valente, o atual diretor do Diário do Alentejo, o jornalista João Matias, “colocou o cargo à disposição logo a seguir às eleições autárquicas” do passado dia 11 de outubro.

“A continuidade de João Matias não fazia sentido”, disse, lembrando que “os autarcas do PS sempre contestaram a nomeação” do jornalista, feita pelo anterior presidente do conselho diretivo da AMBAAL, o autarca comunista de Serpa, João Rocha.

No final de 2007, os autarcas socialistas da AMBAAL contestaram e votaram contra a nomeação de João Matias para diretor do Diário do Alentejo e acusaram o PCP, que então tinha a maioria no conselho diretivo da AMBAAL, de “partidarizar” o jornal.

Antes de ser requisitado pela AMBAAL e na altura da nomeação, João Matias, antigo jornalista do jornal “A Bola”, era membro da Comissão Concelhia de Serpa do PCP e trabalhava na Câmara de Serpa (CDU), na qual coordenou o gabinete de informação e relações públicas.

Contactado hoje pela Lusa, João Matias limitou-se a confirmar que colocou o cargo à disposição e pediu à direção da AMBAAL para o substituírem “rapidamente” e que vai voltar para a Câmara de Serpa.

O Diário do Alentejo já deu origem a várias polémicas entre os autarcas comunistas e socialistas que integram a AMBAAL, sobretudo à volta das nomeações para a direção do jornal sempre que há eleições autárquicas e mexidas no conselho diretivo da associação.

Fundado em 1932, o Diário do Alentejo, apesar de ser propriedade de uma associação de municípios, assume-se como um “jornal regionalista independente”.

LL.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Lusa/Tudoben

Comments: 0