Elvas: Amália exposta e “Artes do Mês”

Views: 359

amaliaA Casa da Cultura de Elvas tem patente, até 8 de Abril, a exposição “Amália Sempre” e arranca com trabalhos de Joana Leal o evento “Artes do Mês”. Nas instalações da Praça da República, estes acontecimentos culturais têm entrada livre do público, no horário seguinte: das 10 às 13 horas e das 15 às 18 horas de segunda a sexta-feira e das 10 às 13 horas aos sábados. Estas duas actividades começaram simbolicamente a 8 de Março, no Dia Internacional da Mulher.

“Amália Sempre” é uma exposição de vestidos, objectos pessoais, malas, sapatos, cartazes, fotografias e estojos de maquilhagem utilizados pela artista, pertencente à Fundação Amália, com sede em Lisboa. Este espólio está habitualmente exposto na Casa Museu Amália Rodrigues, na capital portuguesa.

A acção “Artes do Mês” visa divulgar o trabalho de artistas plásticos e artesãos, naturais ou residente no Concelho de Elvas, com exposição dos trabalhos e da sua actividade ao vivo, sempre que possível, na Casa da Cultura. Em Março, este projecto arranca com a artesã elvense Joana Leal.

Esta artista exerce a sua actividade criativa e profissional desde 1989, no ramo do artesanato e mais especificamente na aplicação e restauração de rendas, diversas técnicas de bordados e rendas, criação de diversas peças únicas e inéditas.

Possui o atelier e loja “A Casa da Joana”, onde exerce a sua actividade e se dedica à recuperação de alguns pontos mais tradicionais e criação de novas técnicas e artes de aplicação de bordados.

No seu atelier, promoveu, em parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional, um Curso de Bordados. A acção decorreu com bastante entusiasmo e interesse das formandas, tendo igualmente enriquecido a experiência da formadora, finalizou com resultados bastante positivos. Hoje, são essas formandas que têm um papel muito importante no desenvolvimento da actividade artesanal.

Ainda a salientar na história de vida da artesã o facto de ter nascido no campo (Posto da Venda – Ajuda) e ter vivido em vários locais do País devido à profissão militar do pai. Por todas as terras e vilas fronteiriças por onde passou, absorveu toda a cultura e tradição transmitida pelos mais velhos. Além possuir a Carta de Artesã, é também presidente da GARTES, Grupo de Artesãos de Elvas.

CMElvas

Comments: 0