Elvas: Escola Agrária pondera processar PT por mau serviço

Views: 697

O director da Escola Superior Agrária de Elvas (ESAE), revelou ontem que a instituição está a ponderar processar a PT Comunicações pelos “sucessivos” cortes de Internet nos diversos serviços daquele estabelecimento de ensino.

    Em declarações à agência Lusa, Luís Alcino da Conceição, revelou que a direcção do estabelecimento está “a avaliar a possibilidade de avançar para contencioso com a PT Comunicações” devido aos prejuízos causados “pelos sucessivos cortes de Internet”.

    De acordo com o responsável, ao longo deste ano, têm ocorrido vários cortes no serviço de dados e de voz, uma situação que tem inviabilizado “o normal funcionamento da escola”.

    “Nós temos estado privados do serviço de Internet na residência de estudantes, no Centro de Informação Europeia do Alto Alentejo e na própria escola”, lamentou.

    “A PT Comunicações tem um acordo no sentido de haver uma nota de crédito a favor desta escola” mas, “lamentavelmente, por desorganização da empresa, ficamos privados de serviços telefónicos e Internet, por desencontro de situações relativas à facturação e à referida nota de crédito”, explicou.

    Segundo o director da ESAE, a situação agravou-se quando foi recebida na escola uma carta de contencioso por parte da PT Comunicações em relação à ESAE.

    Luís Alcino da Conceição lamenta as dificuldades encontradas até ao momento para chegar ao diálogo com quem tenha poder de decisão para resolver este problema.

    “Lamento a tremenda dificuldade em chegar ao diálogo com quem tenha poder de decisão. Cada vez que tentamos resolver o problema somos confrontados com a mudança de diversos gestores de clientes e outras situações mais a que somos totalmente alheios”, declarou.

    Contactada pela Lusa a PT Comunicações prometeu resolver a situação ainda ontem.

   

    HYT.

    Lusa/Tudoben

Comments: 0