Juntos Contra a Refinaria

Views: 681

Comunicado de Imprensa

O BE juntou ambientalistas espanhóis e portugueses, num passeio de barco no Guadiana chamando a atenção para a necessidade de se preservar este património ambiental já muito ameaçado.

Da sessão promovida pelo BE resultou uma petição em espanhol, português e inglês dirigida aos governos de Espanha e Portugal. Esta petição visa alertar para os graves impactos ambientais e sociais que a refinaria de Balboa irá provocar.

Foi unânime que houve falta de transparência e tentativa de sonegar informação neste processo que fica marcado pelo silêncio dos governos ibéricos, que assinam tratados e convenções à revelia da vontade dos povos. Não houve envolvimento dos cidadãos contrastando com o envolvimento e destaque do promotor da refinaria.

Em 2008 J. Sócrates referia que não havia implicações para Portugal, a 6 de Fevereiro de 2009 já dizia que não apoiava se não existissem garantias e que seria cedo para tomar decisões radicais. Em Março assume que iria haver uma posição e a 3 de Abril o Ministro do Ambiente responde à Deputada Alda Macedo que está à espera da resposta do governo espanhol para tomar uma decisão. O BE condena esta democracia de secretismo e a falta de capacidade de o governo decidir por si próprio.

Este projecto é obsoleto, caduco e contraditório e não podemos levar a sério a política ambiental de Portugal, Espanha e da União Europeia que não reprovam o dito projecto, antítese do combate às alterações climáticas e aquecimento global, quando se fala em reduções de emissões e adopção de energias limpas. Por tudo isto, recusamos que sejam os nossos impostos a pagar projectos desta natureza.

É urgente mudar este modelo de desenvolvimento que provoca problemas ao nível ambiental e social sem o mínimo de discussão e consulta pública. Exigimos por isso mais estudos, mais informação para uma política ambiental exigente e democrática.

A Comissão Coordenadora Distrital

Comments: 0