Saúde: Fundação Renal Portuguesa avança com centro de hemodiálise em Portalegre, num investimento de 2,5 ME

Views: 979

A Fundação Renal Portuguesa (FRP) vai construir um Centro de Hemodiálise em Portalegre, num investimento de 2,5 milhões de euros, que deverá estar concluído no Verão de 2009, revelou hoje à agência Lusa fonte do município local.

    De acordo com o vereador Luís Calado, “a escritura de venda de um terreno na zona industrial de Portalegre por parte da autarquia já foi efectuada, devendo as obras começar em breve para estarem concluídas no início do Verão de 2009”.

    O Centro de Hemodiálise de Portalegre terá capacidade para receber, numa fase inicial, cerca de 180 doentes renais crónicos em hemodiálise e cerca de 40 em diálise peritoneal.

    Situado numa área de 4945 metros quadrados, o equipamento vai dispor de uma sala de hemodiálise com mais de 436 metros quadrados e de uma outra sala, fisicamente separada, destinada ao tratamento de doentes renais crónicos, portadores de patologias contaminantes.

    O Centro de Hemodiálise terá ainda uma sala com cerca de 40 metros quadrados para o treino de doentes em diálise peritoneal e dois consultórios para apoio clínico e psicológico aos doentes renais crónicos.

    O projecto prevê ainda, numa primeira fase, a criação de cerca de 20 a 30 postos de trabalho.

    Luís Calado alegou que o município de Portalegre “tem duas razões para estar satisfeito com este investimento”.

    “Em primeiro, os doentes hemodializados da região já não vão precisar de sair do distrito para fazer tratamento e, em segundo lugar, este investimento é positivo porque cria postos de trabalho”, disse.

    Também em Portalegre, a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA) tem também em marcha a construção de um outro centro de hemodiálise, inserido no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

    O porta-voz do hospital de Portalegre, Ilídio Pinto Cardoso, adiantou hoje à agência Lusa que o equipamento também deverá estar concluído em 2009, num investimento de 2,5 milhões de euros.

    O centro de hemodiálise vai ser construído num terreno cedido pelo município de Portalegre.

    A ULSNA, constituída a 01 de Março de 2007, integra os hospitais de Portalegre e Elvas e os 16 centros de saúde do distrito de Portalegre, depois de extinta a sub-região de saúde.

   

    HYT.

    Lusa/Tudoben

Comments: 0