Vila Viçosa: Município financia seguro de acidentes pessoais a idosos e desempregados

Views: 324

vila_vicosa_imgVila Viçosa, Évora, 18 fev (Lusa) – A Câmara Municipal de Vila Viçosa decidiu financiar o prémio do seguro de acidentes pessoais para a população mais vulnerável, nomeadamente para os titulares do Cartão Social do Idoso e os desempregados, revelou hoje fonte da autarquia.

A medida, segundo o município, representa o assumir de uma responsabilidade social que salvaguarda a proteção dos munícipes do concelho durante os períodos em que estão mais desprotegidos.

De acordo com a autarquia, sempre que ocorra um acidente e não exista qualquer cobertura obrigatória que responda perante o sinistro, os munícipes abrangidos podem acionar este seguro que “garante, em caso de morte ou invalidez permanente, um capital de 2.500 euros por pessoa”.

Os idosos detentores do Cartão Social do Idoso, cerca de 850, segundo a autarquia, contam, assim, com mais um benefício, “desenhado a pensar na proteção dos cidadãos socialmente mais fragilizados”.

Por outro lado, a autarquia anunciou ter decidido assegurar o pagamento do transporte de material ortopédico proveniente da Suécia, equipamentos que vão contribuir para a melhoria das condições de vida dos munícipes do concelho que vivem com limitações de mobilidade.

A autarquia vai pagar 13 mil euros para o transporte daquele material ortopédico.

A proposta foi apresentada ao município pela Fundação AGAPE, uma organização não governamental sueca, sem fins lucrativos.

A AGAPE recolhe, junto dos hospitais escandinavos, material ortopédico adequado para a utilização por pessoas acamadas ou dependentes, fazendo depois a sua distribuição em países de África e da Europa.

No material disponibilizado incluem-se camas articuladas e adaptadas a banhos, elevadores para camas, andarilhos, bengalas e cadeiras de rodas, entre outros, que se encontram em “ótimo estado de conservação”.

O município de Vila Viçosa decidiu também associar-se ao processo de institucionalização do poder local democrático em Timor-Leste e vai apoiar esta iniciativa com uma comparticipação de mil euros.

TCA.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Lusa/Tudoben

Comments: 0