12 distritos sob aviso amarelo devido ao frio, autoridades de saúde alertam para perigos de exposição prolongada

Views: 575

frio1O Instituto de Meteorologia colocou hoje doze distritos do país sob aviso amarelo devido às baixas temperaturas, enquanto as autoridades de saúde alertaram para as consequências que a exposição ao frio pode ter na saúde, principalmente dos idosos.

De acordo com informação disponível no “site” do IM, as temperaturas mínimas previstas para hoje variam entre os cinco graus centígrados abaixo de zero em Bragança e os 14 em Faro.

A massa de ar polar frio e seco vai influenciar o estado do tempo até domingo e uma depressão frontal provocará chuva a partir da tarde, situação que se estenderá a todo o território na segunda feira, dia em que as temperaturas mínimas deverão começar a subir, prevê o IM.

Devido ao frio, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Évora, Santarém, Leiria e Lisboa estão sob aviso amarelo, o segundo de uma escala de quatro, que representa uma “situação de risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica”.

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) lembra que “a persistência de tempo frio poderá ter efeitos na saúde da população em geral, e em particular, sobre a saúde das pessoas idosas, das crianças e dos sem-abrigo”.

Para a população se proteger, a DGS recomenda que se tape as mãos, pés e cabeça e se use roupas folgadas e calçado adequados à temperatura ambiente.

Em vez de uma peça de roupa, as pessoas devem usar várias camadas e o vestuário deve ser de algodão e fibras naturais.

Tomar banho com água morna, porque a água muito quente remove a camada protetora natural da pele, são outros conselhos das autoridades de saúde, que recomendam ainda que se evite o exercício físico intenso ou ao ar livre e arrefecer com a roupa transpirada no corpo.

No que respeita à alimentação, a DGS recomenda comer com mais frequência, em especial sopas e bebidas quentes (leite, chá) e, se a saúde o permitir, incluir na sua alimentação alimentos calóricos como chocolates, azeite, frutos secos e alimentos ricos em vitaminas e sais que protegem contra infeções.

Um dos perigos do frio, segundo a DGS, é o enregelamento, que resulta da exposição excessiva ao frio, causando uma sensação de formigueiro e adormecimento dos pés, mãos e orelhas, e que pode provocar danos permanentes no corpo humano, conduzindo, nos casos mais graves, à amputação.

“O risco de enregelamento é maior nas pessoas com problemas de circulação sanguínea ou que não usam o vestuário adequado”, explicou.

A hipotermia, quando o corpo começa a perder mais rapidamente calor do que aquele que pode ser produzido, é outro “perigo” do frio e pode, afetar o cérebro, fazendo com que a pessoa seja incapaz de pensar claramente ou movimentar-se.

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) alerta ainda para os perigos do recurso a lareiras e braseiras que, sem o devido arejamento, pode conduzir a acidentes, alguns mortais.

HN.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Lusa/Tudoben

Comments: 0