Autarquia de Borba mostrou dois novos equipamentos culturais

Views: 742

 

Os edifícios do Palacete dos Melos e Igreja do Real Convento das Servas, em Borba, estiveram este fim-de-semana de portas abertas ao público, no âmbito das Jornadas Europeias do Património’08.

Cerca de um milhar de pessoas visitaram os dois monumentos durante os três dias em que as jornadas decorreram, tomando contacto directo com as recuperações efectuadas, e assistiram à projecção de fotografias que assinalaram as diferenças antes e depois das intervenções.

  

O programa das jornadas incluiu o jogo fotográfico “À Descoberta do Património”, com a participação de duas equipas de três elementos, e o Recital de Cravo e Violino, por Patrízia Giliberti e António Pliz, que decorreu no auditório da Igreja do Real Convento das Servas, presenciado por 40 pessoas.

Depois de recuperar o edifício do Cine-Teatro, a autarquia proporciona à população mais dois importantes espaços para a realização de actividades culturais, que permitirão delinear uma política cultural regular e diversificada, que corresponda aos desejos da população e se torne num atractivo para quem visita o concelho.

Para o Palacete dos Melos está já a decorrer a transferência do espólio bibliográfico da Biblioteca Municipal e, brevemente, serão transferidos o Espaço Internet e a Oficina da Criança, sendo ainda disponibilizados outros serviços, nomeadamente uma ludoteca. A Igreja do Real Convento das Servas irá albergar o Museu das Profissões, a instalar no coro baixo, para o qual a autarquia tem vindo a adquirir diversos espólios de profissões que se encontram em vias de extinção, preservando a sua memória, uma sala para exposições temporárias no coro alto, e um auditório para a realização de concertos de música clássica ou erudita na nave central da Igreja. Os visitantes podem ainda desfrutar da magnífica vista panorâmica da Vila de Borba que a Torre Sineira proporciona.

As Jornadas Europeias do Património, uma iniciativa da União Europeia / Concelho da Europa que envolveu mais de 50 países, coordenado no nosso país pelo IGESPAR, decorreram este ano sob o tema “no património… ACONTECE”, incentivando novas oportunidades de reencontro das pessoas e das comunidades com o mundo do património e dos monumentos com a realização de distintas actividades direccionadas a todos os grupos etários e onde a arte, a cultura e o entretenimento foram indissociáveis destes locais.

Comments: 1

  1. fico contente com essas jornadas aos monumentos, venham a campo-maior para verem o estado das muralhas do castelo, e a lixeira e temos uma ermida do seculo XIII dentro das muralhas esta toda a cair e cheia de lixo e talvez perigoso é uma vergonha é um insultoá civilização e há democracia