Campo Maior: Hutchinson suspende produção este mês “por falta de encomendas”- Sindicato

Views: 476

A União de Sindicatos de Évora (USE) garantiu hoje que a unidade fabril da Hutchinson, em Campo Maior, vai voltar a suspender a produção este mês por um período de dois dias alternados “por falta de encomendas”.

    Em declarações à agência Lusa, José Serra dirigente da USE, garantiu que “a unidade já suspendeu a produção em Dezembro por dois dias e vai voltar a fazê-lo ainda no decorrer deste mês durante os dias 12 e 19. Depois entram de férias durante duas semanas”.

    De acordo com o sindicalista, no decorrer do mês de Janeiro, a empresa vai voltar a suspender a produção durante “quatro dias” intercalados.

    A suspensão na produção no início do próximo ano vai ocorrer nos dias 09, 16, 23 e 30 de Janeiro.

    No decorrer do último mês de Novembro e no início do mês de Dezembro, a unidade de Campo Maior, que se dedica à produção de componentes de borracha para automóveis, já tinha também suspendido a produção.

    O dirigente sindical explicou que “a administração da Hutchinson justificou as paragens na produção alegando que as encomendas nos últimos meses têm vindo a baixar significativamente entre a ordem dos 30 a 50 por cento”.

    “Para não terem que recorrer a medidas mais drásticas, optaram por estas suspensões”, sublinhou.

    No entanto, a empresa “garantiu” que está a reagir à crise que se vive no sector automóvel e que perspectiva a curto prazo “investir” na produção.

    A administração da Hutchinson afiançou ainda a José Serra que “vai manter o quadro de pessoal efectivo”.

    Instalada em Campo Maior há mais de 10 anos, a unidade fabril não renovou, recentemente, contrato com 63 trabalhadores que estavam colocados por uma empresa de trabalho temporário e reduziu para um turno laboral o sector da verificação.

    A Hutchinson conta com três unidades de produção em Portugal, sedeadas em Campo Maior, Portalegre e Paredes.

   

    HYT.

    Lusa/Tudoben

Comments: 0