Comunidades Ciganas: Alto Comissariado vai lançar projecto piloto com dez Câmaras

Views: 737

O Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural (ACIDI) vai lançar no próximo ano um projecto-piloto de mediadores sócio-culturais em dez autarquias, envolvendo a comunidade cigana, revelou hoje à agência Lusa a responsável da instituição, Rosário Farmhouse.

    Na sequência de uma visita de dois dias ao distrito de Beja em que tomou contacto com a realidade no terreno e ouviu os parceiros, a alta comissária afirmou que um dos principais pontos a desenvolver é a figura do mediador sócio-cultural cigano, que faz a ponte entre as duas comunidades.

    “Há falhas que apontam para problemas de comunicação, ou seja, nem todos vêem o mesmo problema da mesma forma”, disse.

    “O ACIDI tem previsto um projecto-piloto de mediadores sócio-culturais em dez Câmaras, depois queremos avançar para mais”, indicou, acrescentando que o projecto está a ser trabalhado e será lançado em 2009.

    Os mediadores vão ter formação, numa iniciativa conjunta com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) em competências básicas, que depois irão desenvolver.

    “Vão actuar muito na área da prevenção”, afirmou.

    As Câmaras a abranger inicialmente por este projecto serão aquelas onde existe uma maior representatividade da comunidade cigana, afirmou a responsável.

    A alta comissária visitou vários projectos em Beja, reunindo-se com autarcas do distrito e com o governador civil, no âmbito de uma política de proximidade que o ACIDI desenvolve para conseguir “uma melhor percepção dos problemas”, disse.

    A alta comissária recebeu ainda um diagnóstico dos problemas essenciais a dar resposta no Baixo Alentejo e que representam os maiores desafios: a educação, a habitação e o emprego.

   

    AH.

    Lusa/Tudoben

Comments: 0